A primeira vez de Dudu no profissional

20/11/2018 às 08h20 - FUTEBOL

O Vasco da Gama promoveu a estreia de mais um talentoso jovem oriundo das divisões de base na partida contra o Corinthians, disputada em São Paulo, no último final de semana. Eduardo Feitoza, o Dudu, substituiu Andrey no segundo tempo do clássico e fez o primeiro jogo entre os profissionais do Gigante da Colina. Embora o resultado não tenha sido o esperado, a noite no Itaquerão dificilmente sairá da mente do meia.

Antes da disputa da Copa São Paulo de Juniores, ainda em dezembro de 2017, Dudu revelou em entrevista exclusiva ao Site Oficial que chegar ao time principal era sua maior meta para 2018. Entrar em campo diante do Alvinegro Paulista, portanto, fez o garoto atingir um objetivo e realizar um sonho de criança. Agora, com a motivação lá em cima, o meio-campista planeja conquistar seu espaço na equipe comandada por Alberto Valentim.

- Ficamos tristes pelo resultado e trocaria qualquer coisa pela vitória, mas pessoalmente estou muito feliz com a minha estreia. É a realização de um sonho não apenas ter entrado em campo, mas estar aqui em cima todos os dias treinando e convivendo com os mais experientes. Está sendo um aprendizado muito grande para mim. Espero dar sequência e aproveitar as chances que aparecerem. Quero ajudar o Vasco nessa reta final do Brasileirão - disse o meia.

Natural do Rio de Janeiro, o armador desembarcou na Colina na temporada de 2010, mas conviveu com lesões e pouco foi utilizado nas categorias mirim e infantil. O jogo virou em 2015, quando Dudu assumiu a camisa 10 e foi destaque da equipe que recolocou o Vasco no topo da categoria juvenil após 15 anos. Seguiu utilizando o lendário número nos anos seguintes, pelo time júnior, onde também foi peça importante em torneios nacionais e estaduais. 

- Demorou um pouco para cair a ficha depois do jogo. Só quando cheguei em casa e fui recebido pela minha família é que tive a noção do que tinha acabado de acontecer. Foi um alegria e uma emoção muito grande ter a chance de compartilhar esse momento com as pessoas que estiveram sempre do meu lado, dando força e me ajudando a superar as dificuldades. Foi muito especial. Vamos fazer um quadro com a camisa da estreia e colocá-lo na sala - revelou o jovem, referindo-se ao reencontro com os pais Rubens e Marina e a irmã Juliana após a partida.

Integrante da vitoriosa Geração 98, Dudu vem sendo observado de perto pelo profissional desde a temporada passada. Milton Mendes e Zé Ricardo, que comandaram o Cruzmaltino no Brasileirão 2017, chegaram a convocar o meia e se encantaram com seu desempenho nos treinamentos. A ausência de um aspecto indispensável no futebol moderno adiou sua promoção, que aconteceu apenas no segundo semestre do atual ano após a correção dessa deficiência.

- Eu evolui bastante esse ano na questão da intensidade. Era algo que me faltava e eu trabalhei bastante para melhorar. Acredito que foi essa melhora que me fez subir para o profissional. A convivência com os caras mais experientes, como o Castan, o Ramon e o Maxi, me fizeram amadurecer em outros sentidos também. Tenho procurado aproveitar cada treino, pois quero conseguir corresponder quando as oportunidades aparecerem - finalizou Dudu.

Fonte: Site oficial do Vasco

Mercado

Não Confirmado

Você aprova a saída de Andrey?

Especulações Mercado