Alecsandro relembra papo com D.Souza sobre gol perdido na Liberta de 2012

24/06/2019 às 11h22 - FUTEBOL

Alecsandro e Diego Souza formaram uma dupla de certo destaque no Vasco, com um título da Copa do Brasil e o vice-brasileiro (2011) , além de uma eliminação nas quartas de final da Libertadores para o Corinthians, em 2012, que foi tema em uma entrevista exclusiva concedida pelo centroavante ao GloboEsporte.com.

O equilibrado confronto entre Corinthians e Vasco naquele ano foi decidido nos detalhes: o gol de cabeça de Paulinho, o único nos 180 minutos, e a chance desperdiçada por Diego Souza, que marcou o confronto e repercute sete anos depois. Alecsandro revelou que o meia, algum tempo depois, pediu sua opinião sobre o lance. Confira a entrevista completa no vídeo acima.

– Acho que é a primeira vez que vou falar sobre isso em público o que falei para o Diego. Nós tivemos depois mais duas chances e aquele lance do Diego se comentou bastante. Num certo dia o Diego veio me perguntar o que eu achava. Todo mundo falava que ele fez o certo, mas disse que ele fez errado. Você fez o que todo atacante normal faria, que era chutar no canto. Você é o Diego Souza, é diferente. Você tinha que fazer alguma coisa diferente. No meu modo de pensar, você é um cara diferente, tinha que ter feito um negócio diferente. Se você fez o normal, fez errado porque você é diferente. Esperava um drible, uma cavada, esperava alguma coisa diferente. Se você tenta driblar, cavar e erra, você seria crucificado pelo torcedor, mas por mim não porque teria feito o certo. Mas não fomos eliminados por causa daquele lance, tivemos outras chances. Lamentamos porque na gíria do futebol estávamos jogando um futebol redondo. Entre nós, sabíamos que quem passasse ali seria campeão. O povo brasileiro acreditava muito mais no Vasco do que no Corinthians. Lamentamos porque acreditávamos muito porque teríamos chance de ser campeão – disse Alecgol.

"Num certo dia o Diego veio me perguntar o que eu achava. Todo mundo falava que ele fez o certo, mas disse que ele fez errado", Alecsandro para Diego Souza.

Amigos fora do futebol, Alecsandro e Diego Souza travam uma disputa sadia dentro de campo. Empatados com 101 gols cada na terceira colocação no ranking de maiores artilheiros do Brasileirão na era dos pontos corridos, o centroavante revela que torce para que o amigo o ultrapasse na disputa. Como está disputando a Série B pelo São Bento, os gols marcados por Alecsandro não entram na contagem.

– O Diego me ajudou muito a chegar nesses números, e eu ajudei ele. No Vasco, dei mais passes para gols dele do que ele para mim. Nos ajudamos bastante. Dizem que foi um dos melhores ataques, falo que foi um dos melhores parceiros de ataque que tive. Foi uma dupla bacana. Acho que ele vai me passar, porque ele ainda joga a Série A e eu a Série B, que não conta. Estou torcendo para que ele me passe, é um motivo de orgulho só de estar entre os 10. Perder uma posição não vai me deixar triste, pelo contrário, estarei feliz porque ele é meu amigo pessoal e me passando é porque ele estará se destacando. Espero que ele passe o Paulo Baier também – disse Alecsandro.

Alecsandro e Diego Souza formaram dupla de sucesso no Vasco — Foto: Flávio Neves

Confira abaixo os maiores goleadores do Brasileirão no período, somadas todas as edições desde 2003:

1º) Fred: 142 gols

2º) Paulo Baier: 106 gols

3º) Alecsandro e Diego Souza: 101 gols

4º) Borges: 99 gols

5º) Luis Fabiano: 85 gols

No São Bento, Alecsandro soma 18 jogos e dois gols marcados nesta temporada. Titular em todos os jogos no Campeonato Paulista - o time de Sorocaba acabou rebaixado -, o centroavante perdeu espaço na Série B, sendo opção no banco de reservas e entrando regularmente no segundo tempo dos jogos.

Fonte: GloboEsporte.com