Alex Evangelista explica ida de aparelhos para CT

12/01/2018 às 22h11 - CLUBE

Na madrugada desta sexta-feira, o Vasco foi tomado por rumores de evasão de material esportivo e até de equipamentos de preparação física de São Januário. No entanto, o clube deixou claro que todos os recursos foram apenas transferidos para o CT Vargem Grande, onde a equipe realiza sua pré-temporada. 

Ao longo do dia, policiais foram ao CT analisar os equipamentos, cumprindo o procedimento após uma delegacia receber denúncias da retirada de objetos de São Januário. 

Gerente científico do Vasco, Alex Evangelista explicou a importância de que o elenco fizesse a pré-temporada com os mesmos aparelhos utilizados ao longo do ano em São Januário no Caprres - Centro Avançado de Prevenção, Reabilitação e Rendimento Esportivo. 

- Não entendi muito bem porque isso foi tão falado, porque a gente sabe perfeitamente que acontece em diversos clubes. O objetivo é não precisar adaptar o atleta a outra biomecânica. Se mudo o equipamento nesse já curto período de pré-temporada, posso induzir os atletas a dores musculares que não teriam com equipamentos aos quais estão acostumados. Passamos para a diretoria que era necessário trazer os equipamentos, e ela entendeu. Trouxemos por meio de uma empresa especializada, montamos e estamos com praticamente tudo aqui. 

Segundo Evangelista, foram poucos os equipamentos que permaneceram em São Januário, mas que não vêm sendo utilizados atualmente. A parte de informática – como aparelhos de GPS e medidores de gordura corporal, por exemplo – também estão no CT Vargem Grande. 

- Ficaram no Vasco aparelhos que dependiam de uma instalação mais complexa e outros com peças que poderiam ser danificadas com o transporte - disse o gerente científico. 

Em coletiva nesta sexta-feira, Julio Brant, favorito a assumir a presidência do Vasco após reunião do Conselho Deliberativo a ser marcada nos próximos dias, comentou o futuro do Caprres. 

- A diretoria já tirou o Caprres de São Januário. Não é decisão nossa. Parece que nem é do Vasco. Vamos montar uma estrutura. E o jogador que tem que ser a estrela, não é fisiologista, fisioterapeuta... Não vai ter Caprres, não vai ter nome - afirmou. 

Alex Evangelista, entretanto, evitou comentar: 

- Sou funcionário do Vasco e ficarei enquanto interessar ao clube. 
 

Fonte: Globoesporte.com

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario