Alex Santana e Lucas Mineiro viram "armas secretas" de Botafogo e Vasco

23/02/2019 às 13h40 - FUTEBOL

Eles foram contratados no início do ano. Chegarem sem tanto holofote: um foi envolvido numa troca, enquanto o outro não gerou tanta expectativa na torcida. Dois meses depois, porém, Alex Santana, do Botafogo, e Lucas Mineiro, do Vasco, mudaram completamente de patamar e conquistaram seus torcedores.

Neste sábado, quando a bola rolar, às 19h30, no Nilton Santos, o clássico da primeira rodada da Taça Rio colocará frente a frente dois dos principais jogadores de Botafogo e Vasco. Quem será que leva a melhor?

Foto: Globo Esporte/ReproduçãoAlex Santana e Lucas Mineiro
Alex Santana e Lucas Mineiro

Se Lucas Mineiro começou a temporada 2019 se destacando com a camisa do Vasco, Alex Santana segue o mesmo roteiro pelo lado do Botafogo. O volante de 23 anos chegou ao clube no início do ano na troca que levou Rodrigo Lindoso para o Internacional. Assinou contrato de três anos e precisou de pouco tempo para conquistar a torcida (e o técnico Zé Ricardo).

Alex participou dos seis jogos do Botafogo na temporada. Tirando a estreia, quando entrou no segundo tempo, foi titular em todos os outros. Nos dois últimos, balançou as redes em sua especialidade: chutes de fora da área. Mas o gol contra o Defensa y Justicia merece um comentário à parte: foi quase do meio-campo e no ângulo, o que rendeu aplausos da torcida adversária.

- Ele está competindo com um cara que fez um gol semana passada contra o Campinense, foi o nosso segundo gol. Vai bater de frente, mas pior que é dele também. Ele vai brigar com ele mesmo pelo gol mais bonito do ano (risos). Ele é um cavalo pra chutar, o moleque é abençoado por Deus com esse chute. Tem que chutar mesmo. Quando ele pega a bola, a gente já grita para chutar, porque vai ser perigo de gol pelo menos. Temos que aproveitar essa boa fase - resumiu o volante Jean.

A boa fase de Alex já lhe rendeu até um apelido criado pelo atacante Erik: Yaya Santana, em referência ao volante marfinês Yaya Touré, ex-Manchester City.

- Graças a Deus tenho a virtude de chutar bastante de fora da área. Fui feliz no gol ali. E Yayá Santana, o Erik é engraçadão com esse apelido (risos).

Do outro lado...

Lucas Mineiro foi a última contratação do Vasco para a temporada. Tão inesperada que, em dias de redes sociais e internautas aflitos por notícias, não vazou. O clube foi o responsável por divulgá-la, em primeira mão, como poucas vezes acontece. Mineirinho, como ele mesmo gosta de ser chamado, o volante logo conquistou todos com seu bom futebol.

Quem acompanhou a pré-temporada do Vasco, em Atibaia, já via: Lucas Mineiro dava sinais de que ganharia uma vaga no meio de campo, só não sabia-se no lugar de quem. Acabou sobrando para o jovem Andrey, que terminou 2018 prestigiado e agora está no banco de reservas. Ponto para o recém-contratado, canhoto, que tem mostrado qualidade.

Lucas Mineiro faz bem a ligação entre defesa e ataque. É aquele volante que vai buscar a bola nos pés dos zagueiros e leva até os laterais ou os meias de criação, como Thiago Galhardo e Bruno César. Além disso, é bom em jogadas pelo alto com seu 1,88m. Até agora, ele disputou oito jogos em 2019 e fez dois gols.

 

Fonte: GloboEsporte.com