Alexandre Campello diz que Vasco está em busca de novos patrocinadores

16/05/2018 às 21h50 - CLUBE

Na noite desta quarta-feira (16), o presidente do Vasco, Alexandre Campello, deu uma entrevista exclusiva ao programa de rádio Caldeirão Vascaíno na Rádio Livre AM 1440, RJ. O presidente respondeu a perguntas de diversos vascaínos.

Um dos assuntos mais questionados pela torcida do Vasco foi a respeito de novos patrocínios. Campello explicou que o clube segue em busca de um patrocinador máster e também falou a respeito da quebra de contrato com a Lasa.

“Existem várias grandes empresas internacionais que poderiam ser possíveis patrocinadores, mas é importante ressaltar que essas empresas fazem seu orçamento para o ano seguinte e destinam essas verbas em outubro, novembro, ou seja, as verbas para 2018 já foram destinadas e repassadas. Hoje, o que a gente tem encontrado são patrocínios pontuais. Temos sim buscado inúmeras empresas do Brasil e de fora, mas o que temos conseguido até agora são os pontuais. Talvez uma empresa que queira entrar no Brasil tem a possibilidade de disponibilizar uma quantia para esse tipo de investimento. Com todos que nós temos conversado, eles tem intenção de patrocinar, mas já destinaram a verba para esse ano, mas que um acordo com o Vasco possivelmente acontecerá ano que vem. Já temos algumas conversas encaminhadas, mas nada concreto.”

Alexandre Campello ainda demonstrou responsabilidade em valorizar a marca Vasco quando o assunto são os patrocinadores.

“Alguns querem oferecer um valor que está fora do mercado. Não adianta ter um patrocínio com valor baixo, pois isso desvaloriza a marca, e nós queremos é a valorização. Nesse momento, nós estamos sem nenhum patrocinador, mas podemos continuar com os pontuais, desde que compatíveis com o valor da marca do Vasco.”

O presidente vascaíno ainda foi questionado a respeito dos prejuízos que o contrato com a Lasa trouxe ao clube.

“A gente ficou impedido de buscar um patrocinador máster nesse período, mas fora isso, não tivemos maiores prejuízos. Nós assumimos no dia 23 de janeiro, rompemos o contrato mais ou menos no dia 16 de fevereiro, então durante esse período precisamos ficar inertes ao patrocinador máster por questões contratuais.”

Fonte: SUPERVASCO.COM

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario