Alexandre Faria fala sobre Souza, Alan Cardoso e planejamento

27/02/2019 às 08h58 - FUTEBOL

Como um autêntico mineiro, Alexandre Faria trabalha sem alarde dentro do Vasco. Comendo pelas beiradas, o diretor de futebol é um dos responsáveis pelo bom momento do time em campo. Afinal de contas trabalhou muito bem no mercado, contratando jogadores que estão dando conta do recado. Cotado para deixar o clube após o fim do Campeonato Brasileiro, Alexandre Faria conquistou o prestígio com a diretoria, principalmente pela dedicação e seriedade que toca o futebol do Vasco. Em entrevista exclusiva ao Esporte24Horas, o dirigente afirmou que o Vasco está no caminho certo, mas entende que ainda precisa evoluir mais.

“O objetivo de permanecer na Série A foi alcançado. Iniciamos o ano de 2019 montando o elenco de acordo com nossas convicções e entregamos todos os atletas para a comissão técnica antes do início da pré-temporada. Oferecemos todas as condições de trabalho e os resultados iniciais são ótimos. A equipe conquistou a Taça Guanabara e estamos na Terceira Fase da Copa do Brasil. Ainda há muito a evoluir, mas estamos no caminho certo”.

Qual foi a sua maior dificuldade ao chegar no Vasco?

“Assumimos a direção de futebol em junho de 2018, ou seja, no meio da temporada. Identificamos um elenco com deficiências em posições cruciais. Tínhamos que enxugar a folha através da liberação de atletas fora dos planos para que pudéssemos, com estes recursos, contratar pontualmente. O Vasco não tinha orçamento e a única maneira de reforçar seria através de substituições no elenco. Conseguimos liberar atletas sem onerar o clube. Casos de Erazo, Paulão e Wellington. Reforçamos a equipe com atletas que contribuíram muito, como Leandro Castan, Maxi López, Henríquez e Willian Maranhão”.

O que vc projeta até o fim da temporada e o que está sendo determinante para o bom trabalho que está sendo desenvolvido?

“A preocupação de todos no Vasco é com a constante evolução. Não podemos relaxar e sabemos que ainda temos muito a melhorar. O comprometimento dos atletas tem sido determinante para os resultados positivos. Além disso, destaco o ótimo trabalho de nossa comissão técnica, liderada pelo Alberto Valentim. A União destes dois fatores está refletindo em ótimos resultados dentro de campo”.

Qual é o balanço das contratações feitas até o momento? O torcedor pode ter novidades antes do meio do ano?

“Os atletas foram escolhidos de forma criteriosa pela comissão técnica e pelo Centro de Inteligência do clube. Entendo que estão rendendo muito bem e ainda evoluirão bastante. Estamos sempre atentos às oportunidades para fazer aquilo que for melhor para o Vasco”.

Existe alguma definição em relação aos jogadores que não estão sendo aproveitados?

“É normal este processo com atletas jovens recém promovidos ao profissional. São crias do clube e trataremos suas oportunidades com o maior cuidado, sejam dentro ou fora do Vasco. A transição para o profissional é um processo importante e estes atletas saberão aproveitar suas chances”.

Alguns jogadores já negociam as renovações de contrato. O que se pode falar sobre isso?

“Estamos tratando caso a caso e de forma cuidadosa, visando o melhor para o Vasco. Negociação é um assunto interno e divulgaremos de acordo com sua evolução.

O que ficou decidido em relação ao Alan Cardoso?

“O Alan Cardoso foi liberado para assinar um vínculo de 2 anos com o Santos, ficando o Vasco com 20% de seus direitos econômicos”.

O volante Souza pode pintar no Vasco?

“Souza é vascaíno e tem um carinho grande pelo clube. O desejo deste reencontro é recíproco”.

Além do Souza, Alan Kardec e Alex Teixeira também estão em pauta, principalmente para o ano que vem?

“Grandes jogadores serão sempre bem-vindos. Cabe a nós encaixar o sonho à realidade financeira do clube. Nosso plano de sócios vem crescendo e se continuarmos assim, esses sonhos poderão se tornar realidade em breve”.

O grande problema do Vasco é financeiro. O clube constantemene atrasa salários. Existe alguma projeção para que esse assunto seja resolvido de imediato?

“A situação financeira do clube é difícil, mas existem profissionais competentes que estão trabalhando em um plano econômico muito bem elaborado. A confiança é total em conseguirmos alcançar as metas e deixar estes problemas financeiros para trás”.

Foto: Reprodução/TwitterAlexandre Faria
Alexandre Faria

Fonte: Esporte24Horas