Alexandre Grasseli: Quem é o técnico que comendará o Vasco contra o Flamengo

08/10/2020 às 20h25 - FUTEBOL

A direção do Vasco definiu o perfil do técnico que será contratado para substituir o demitido Ramon Menezes: um nome experiente. Depois de apostar em um profissional da nova geração e em início de carreira, a gestão do presidente Alexandre Campello entende que o momento de maus resultados, com eliminação na Copa do Brasil, queda na tabela do Brasileiro e dificuldade para reforçar um elenco com carências, exige um comandante mais cascudo.

Enquanto o novo treinador não é contratado, Alexandre Grasseli, comandante do sub-20, estará à frente do time diante do Flamengo, sábado, em São Januário, pelo Brasileirão. Esta, pelo menos, é a ideia definida nesta quinta-feira. O Vasco ainda não a oficializou. O clube também tornará pública outra medida: Antônio Lopes, coordenador técnico, e Junior Lopes, auxiliar técnico, foram demitidos ao lado de Ramon, Thiago Kosloski (auxiliar) e Leo Cupertino (preparador físico).

O cenário fora de campo também contribuiu para a mudança de postura - Abel Braga foi contratado em janeiro, após a saída de Vanderlei Luxemburgo. No retorno de Salvador, onde perdeu por 3 a 0 para o Bahia, a delegação vascaína foi perseguida por torcedores de organizadas no trajeto do Aeroporto do Galeão até São Januário na madrugada desta quinta.

Com eleição daqui a exatamente 30 dias, o tumultuado ambiente político vascaíno borbulha. Aniversariante desta quinta, Campello almoçou com Fred Lopes, ex-vice de futebol e novo aliado.

Neste cenário, a tarde foi de trabalho físico para o elenco e de reuniões e muita conversa para dirigentes. Enquanto os jogadores se reapresentaram em um hotel na Barra da Tijuca para um trabalho regenerativo (parte da academia já foi transferida ao novo CT), Campello, o diretor executivo André Mazzuco e o vice de futebol José Luis Moreira traçaram estratégias em São Januário.

Por ora, não há nenhum negociação avançada. Luiz Felipe Scolari, Dorival Junior e Dunga, como noticiados pelo site "Esporte News Mundo", são alguns dos profissionais ventilados no clube. Em contato com o ge, Dorival e Dunga negaram ter sido procurados.

O Vasco ainda sondou a situação de Tiago Nunes, que por ora mantém a ideia de não trabalhar mais em 2020 após ter deixado o Corinthians. O ge também consultou Zé Ricardo, o primeiro técnico da gestão Campello. O treinador também não foi contatado oficialmente.

Quem é Alexandre Grasseli?

Alexandre Grasseli, 46 anos, comanda o sub-20 do Vasco desde o final de 2019. Na quinta, esteve à beira do campo na vitória por 4 a 3 sobre o Bangu, que classificou o time para a final da Taça Guanabara da categoria. No Brasileiro da categoria, o Vasco é o 11º colocado.

Com licença A no curso de treinadores da CBF e graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Viçosa, com especialização em treinamento esportivo pela Universidade Federal de Minas Gerais, Grasseli está na sua segunda passagem pelo clube. Chegou ao Vasco no início de 2018 para ser coordenador técnico da base, mas saiu em novembro para assumir o sub-17 do Cruzeiro como técnico. Retornou após a saída de Marcos Valadares para o Atlético-MG e, desde então, está no sub-20.

O trabalho mais duradouro de Grasseli foi no Cruzeiro, clube pelo qual foi campeão brasileiro sub-20 em 2010. Ele trabalhou como auxiliar técnico da equipe principal do Cruzeiro em 2011. Ainda no futebol profissional, o treinador passou por Tupi-MG, Nacional-MG, Atlético Petróleo de Luanda (de Angola), Rio Branco-ES e no Sport-PE, sendo que neste último exerceu a função de auxiliar técnico.

Fonte: ge