Allan, atual jogador do Napoli, responde sobre o momento do Vasco

30/05/2019 às 08h47 - FUTEBOL

Após conquistar a admiração do técnico Tite, o volante Allan, ex-Vasco e atualmente jogador do Napoli, curte o momento de estar entre os jogadores brasileiros convocados para a disputa da Copa América. Ao site Tupi.FM, ele disse não ter ficado surpreso com o chamado. 

"Quando você veste a camisa da Seleção tem obrigação de vencer. A gente sabe do peso da competição. O Brasil vive o futebol. Dentro de casa temos tudo para fazer uma grande competição. A convocação não me surpreendeu porque nas outras fiz boas partidas, mas fiquei com o coração na mão até o último momento". 

Vascaíno de coração, Allan foi perguntado sobre o momento do Vasco e aproveitou para revelar que ainda torcer para o Gigante da Colina. 

"Vestir a camisa do Vasco é sempre um prazer. Toda vez que tenho um mês de folga venho ficar com a família, amigos e torcer pro Vasco. Não está muito fácil, mas temos tudo para melhor. Com o professor Luxemburgo já teve uma melhora. 

O jogador do Napoli foi questionado sobre o lance do treino de terça-feira quando Neymar tomou uma caneta do menino Weverton, que é do Cruzeiro e foi convidado por Tite para preencher o grupo da Seleção. 

"Ali foi um lance normal. Ele não tentou menosprezar o Neymar. Na pressão da jogada, ele tentou sair e acabou dando uma caneta. Pode acontecer com qualquer um. Se é garoto e sobe você tem sempre que ter personalidade e fazer o que sabe". 

Fonte: Rádio Tupi