Imprensa

Análise de Grêmio 1 x 0 Vasco

Em noite de festa na Arena, com a despedida de Luis Suárez da torcida tricolor, o Grêmio ficou longe de dominar o Vasco. Até por isso, Ramón Díaz saiu de campo achando que seu time merecia um pouco mais do que conseguiu fora de casa, neste domingo. Não seria injusto transformar a derrota por 1 a 0 em um empate por 1 a 1, por exemplo.

Mas o Vasco esbarrou nas escolhas do treinador, em suas limitações ofensivas e também no goleiro Caíque. Nesta altura do campeonato, não interessa muito a forma como o time jogou ou qual a melhor formação para enfrentar o Red Bull Bragantino, na próxima rodada.

O Vasco precisa vencer. Ponto. Precisa ser mais corajoso para não dar sopa para o azar.

Para atrapalhar a festa de Suárez, Ramón Díaz optou pelo mesmo esquema que lhe garantiu o empate com o Athletico-PR na Arena da Baixada. Mas o 5-3-2, com três zagueiros, precisa ser melhor trabalhado pelo técnico. O Vasco ainda não conseguiu se encaixar neste esquema.

Muito em função da marcação no meio-campo, que tem ficado muito exposto. Foi assim contra o Grêmio, que não precisou dominar para vencer em noite de casa cheia. Depois de um início mais pressionado, o Vasco até conseguiu equilibrar as ações a partir dos 20 minutos, mas viu a dupla de ataque concluir mal.

Pec perdeu ótima chance de contra-ataque aos 18, quando optou pelo passe e foi bloqueado. Aos 20, Vegetti quase aproveitou bobeira da zaga tricolor, mas também foi parado na hora de finalizar. No esquema escolhido, o argentino revezou com o cria e precisou sair da área, onde é forte, várias vezes.

A marcação frouxa no meio-campo cobrou a conta no início do segundo tempo. Com os meio-campistas avançando a marcação por causa da ausência de pontas, o espaço na entrada da área foi um presente para Suárez. O atacante recebeu passe entre as linhas e finalizou colocado para abrir o placar e deixar sua marca na festa do adeus. Ninguém o acompanhou. Prato cheio para o craque.

A mudança tática no segundo tempo beneficiou o Vasco, que melhorou muito com a entrada de Payet e a volta dos pontas. Se Léo Jardim fez grande defesa em chute de Ferreira, Caíque salvou o Grêmio em chute de Praxedes, que entrou muito bem e criou a melhor chance dos cariocas no jogo.

- Me agradou como o Vasco competiu contra uma grande equipe. O Vasco não foi superado nem taticamente nem fisicamente, salvo uma jogada do Suarez. Podemos competir. Dependemos de nós - resumiu Ramón Díaz após o jogo na Arena do Grêmio.

O treinador é o responsável pela melhora do Vasco no Brasileirão e merece o voto de confiança da torcida. Afinal, ele assumiu uma conta que não é dele, a de um primeiro turno com apenas 16 pontos conquistados em 19 jogos - foram quatro vitórias, quatro empates e 11 derrotas.

O Vasco fez um jogo honesto no Sul e, pelo que já mostrou com Ramón, tem capacidade para vencer o Bragantino em casa. E é pela vitória que precisa passar o plano do professor. Afinal, como ele mesmo disse, vai ficar na Série A "quem tiver mais coragem e determinação".

Fonte: ge
  • Domingo, 14/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco 2
    Grêmio Grêmio 1
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Quarta-feira, 17/04/2024 às 19h00
    Vasco Vasco
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
    Campeonato Brasileiro - Série A Estádio Nabi Abi Chedid
  • Sábado, 20/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Sábado, 27/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Domingo, 05/05/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Athletico Paranaense Athletico Paranaense
    Campeonato Brasileiro - Série A Ligga Arena
  • Domingo, 12/05/2024 às 11h00
    Vasco Vasco
    Vitória Vitória
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Sábado, 18/05/2024 às 21h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir