Futebol

Análise do Coritiba, adversário do Vasco nesta terça (13)

O Couto Pereira, ao mesmo tempo que traz lembranças calorosas de uma inédita Copa do Brasil conquistada em 2011, traz memórias ruins como a do rebaixamento de 2015 na última rodada. Dessa vez, Vasco e Coritiba duelam nesse palco em jogo válido pela 11ª rodada da Série B do Brasileirão. A partida promete, já que se trata de um duelo pelas primeiras posições da tabela. Mas o que a torcida vascaína pode esperar do atual Coritiba? Como o rival deve jogar? Vem comigo.

Situação Atual

A equipe alviverde vive um bom momento na temporada. São 7 jogos de invencibilidade, incluindo 5 vitórias consecutivas. Com um jogo a menos, o Coxa ocupa atualmente a 2ª colocação na tabela da série B e atualmente está consolidada no G-4. Na Copa do Brasil, o Coritiba foi eliminado para o Flamengo na 3ª fase. No estadual, uma campanha bem fraca: terminou na modesta 9ª colocação, ficando de fora da fase final do campeonato.


Como joga

O técnico Gustavo Morínigo está na equipe desde a temporada passada (inclusive estreou contra o Vasco, com vitória em São Januário) e essa última sequência de bons resultados foi fundamental para dar estabilidade ao trabalho. O time paranaense normalmente atua num 4-3-3, com uma zaga que tem se tornado cada vez mais sólida, com um meio campo que troca muitos passes e gosta de circular o jogo, procurando os avanços dos laterais e jogadas pelos lados para tentar cruzamentos ou finalizações.

Pontos Fortes

O ponto mais forte do Coritiba na competição é ter uma característica que poucos times possuem: o Alviverde normalmente busca propor o jogo e tem jogadores qualificados para isso. Além disso, é um time que tem bons chutadores, que arriscam de média/longa distância sempre que podem. A zaga tem se tornado mais segura, principalmente com a chegada do experiente zagueiro Henrique.

Pontos Fracos

A principal carência do time do Alto da Glória é justamente o que temos em abundância nos times da série B: velocidade. O Coritiba não possui tantas opções ofensivas de velocidade. O quarteto de frente tem muita qualidade, mas é composto por veteranos e por Igor Paixão, o único que se aproxima de ser um velocista. É um time que tem dificuldades para contra-atacar e sempre que precisa atuar assim isso fica bastante nítido.

Destaques

O Coxa montou um bom time para buscar o acesso. Na defesa, o goleiro e ídolo Wilson e o zagueiro Henrique (ex-Palmeiras, Flu, Corinthians) são os pilares. William Farias e Val fazem uma boa dupla de volantes. Na parte ofensiva, Robinho (ex-Cruzeiro, Palmeiras, Grêmio), Rafinha (ex-Cruzeiro) e Léo Gamalho não fazem feio e dão um tom de qualidade acima da média da série B.


Resumindo

A missão para o Gigante não será fácil. Me arrisco a dizer que os dois elencos mais pesados da competição medirão forças amanhã. O Coritiba deve ter a bola, deve propor jogo e deve incomodar bastante o Vasco apostando em cruzamentos para o bom Léo Gamalho. Cabe ao Vasco ser eficiente sempre que contra-atacar, aproveitar os espaços que podem surgir e contar com uma defesa segura para voltar ao Rio com 3 pontos e a possível vaga no G-4. No entanto, deve ser um dos jogos mais difíceis da competição.

Fonte: Papo na Colina
Loading...
  • Quarta-feira, 21/07/2021 às 21h30
    Vasco Vasco 2
    CSA CSA 2
    Campeonato Brasileiro - Série B Rei Pelé
  • Sábado, 24/07/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Guarani Guarani
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Quarta-feira, 28/07/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Copa do Brasil Morumbi
  • Sábado, 31/07/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Campeonato Brasileiro - Série B Nilton Santos
  • Quarta-feira, 04/08/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Copa do Brasil São Januário
  • Sábado, 07/08/2021 às 19h30
    Vasco Vasco
    Vitória Vitória
    Campeonato Brasileiro - Série B Barradão
  • A definir
    Vasco Vasco
    Vila Nova Vila Nova
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir