Imprensa

Análise: "Foi o clássico do Carioca mais próximo da chamada força máxima"

0

O 1 a 1 entre Fluminense e Vasco, em Volta Redonda, foi o clássico do Carioca mais próximo da chamada força máxima. Pela primeira vez no campeonato, só não jogaram aqueles titulares com algum problema médico. Ainda assim, o que se viu em campo esteve longe de corresponder à expectativa gerada pela presença dos times principais. Numa partida de muitas oscilações dos dois lados, o maior destaque do empate foi mesmo o duelo particular entre os dois homens-gol: Fred e Germán Cano.

Os centroavantes deixaram suas marcas e atingiram feitos pessoais. O tricolor chegou ao seu gol de número 180 com a camisa tricolor. Está a quatro de se igualar a Orlando Pingo de Ouro como segundo maior artilheiro do Fluminense. Já o vascaíno marcou o 25º pelo clube e entrou na lista dos cinco estrangeiros com mais gols com a camisa cruz-maltina.

Para os clubes, no entanto, não há nada a ser comemorado. O Fluminense chegou aos 10 pontos e assumiu a quarta colocação. Mas, com o mesmo número de pontos do Madureira, que hoje enfrenta o Botafogo, pode deixar a zona de classificação para as semifinais. Na próxima terça, tenta voltar a vencer diante do Macaé.

Já o Vasco foi a sete pontos e segue estagnado na oitava colocação. A depender dos jogos de hoje, pode ver o G4 ficar ainda mais distante. No sábado, terá chance de se reabilitar contra o Bangu.

Até pelo maior entrosamento de seus jogadores e qualidade individual, o Fluminense já começou o jogo com maior volume. Pressionou a saída de bola vascaína, trocou mais passes e rondou mais a área do adversário. Mas não conseguiu converter este domínio em chances de perigo na primeira metade do confronto.

A construção tricolor foi muito prejudicada pelos erros de passe, por mais uma partida apagada de Lucca e pela dificuldade de fazer a bola chegar em Fred.

Não que os vascaínos fizessem melhor. Se o maior problema dos tricolores era a parte final da construção das jogadas, a equipe de Marcelo Cabo, mais reativa, tinha dificuldades para sair de sua própria metade do campo.

Quando conseguiu fazer a bola chegar em Cano, o Vasco saiu na frente. O argentino aproveitou cruzamento de Andrey para abrir o placar, aos 39, com um gol bem ao seu estilo: um único toque na bola.

No primeiro minuto do segundo tempo, foi a vez de Fred desequilibrar para os tricolores. Ele subiu sozinho para escorar, de cabeça, o escanteio cobrado por Nenê.

Apesar do gol sofrido logo na volta do intervalo, o Vasco teve postura muito melhor na etapa final. Adiantou a marcação e chegou com mais qualidade à área do rival. Se alguém merecia sair vencedor, era a equipe de São Januário.

Fonte: Globo Online
Loading...
  • Quinta-feira, 15/04/2021 às 19h00
    Vasco Vasco 3
    Flamengo Flamengo 1
    Taça Guanabara Maracanã
  • Domingo, 18/04/2021 às 18h30
    Vasco Vasco
    Boavista Boavista
    Taça Guanabara Estádio Elcyr Rezende de Mendonça
  • 24/04 (sáb) ou 25/04 (dom)
    Vasco Vasco
    Resende Resende
    Taça Guanabara A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Operário Operário
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Ponte Preta Ponte Preta
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Brasil de Pelotas Brasil de Pelotas
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Avaí Avaí
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir