Análise: Vasco começa bem, mas erros individuais no 2° tempo decidem partida

31/10/2019 às 08h00 - CLUBE

Depois de cinco jogos de invencibilidade no Brasileiro e uma expectativa de se aproximar ainda mais da zona de classificação da Libertadores, o torcedor do Vasco foi dormir frustrado na noite desta quarta-feira. A derrota de virada por 3 a 1para o Grêmio, em São Januário, caiu como uma ducha de água fria, principalmente porque o time chegou a abrir o placar com Guarín e depois cometeu erros que custaram caro.
 

- O Grêmio foi superior a nossa equipe. Tem muito mérito no resultado. O torcedor quer que a gente dispute a Libertadores, mas não podemos esquecer como começamos nosso trabalho. Houve uma evolução grande no trabalho. Importante é não ficar com o Grêmio nas costas e se recuperar para o clássico contra o Fluminense - disse Vanderlei Luxemburgo.

Sem Rossi, que estava suspenso, Luxemburgo reforçou a marcação no meio de campo com a entrada de Raul. Apesar de ser volante de origem, ele sabe chegar ao ataque e vinha evoluindo muito com o treinador. Porém, está visivelmente fora de ritmo após ficar afastado por problemas musculares e teve uma apresentação abaixo da média.

O Vasco começou bem organizado na defesa e foi de lá de trás que Bruno Gomes iniciou a jogada do gol. O volante avançou pela esquerda e acabou derrubado na entrada da área. Guarín bateu a falta com força e surpreendeu Paulo Vitor, que pulou atrasado após a barreira abrir.

Por falar em Guarín, o colombiano jogou bem, mas ainda precisa melhorar a forma física e combater mais na marcação. Técnico, ele atuou mais avançado pela direita e mostrou que pode ajudar também na armação das jogadas.

Mais leve, o Grêmio equilibrou o jogo após sofrer o gol, principalmente com a entrada de Pepê, que aproveitou um espaço na entrada da área e empatou. Mesmo assim, o Vasco não caiu de rendimento e seguiu apostando nas jogadas pelas pontas. Pikachu se apresentou bem e fez boas tabelas com Guarín.


Erros individuais custam caro no segundo tempo

O Vasco voltou para o segundo tempo com Gabriel Pec no lugar de Ribamar, mas duas falhas individuais acabaram comprometendo o resultado do jogo. Na primeira, Richard demorou a decidir por uma jogada no meio e perdeu a bola para o contra-ataque que gerou o segundo do Grêmio. Logo depois, Castán fez pênalti em Luciano e viu o adversário aumentar. A torcida, que apoiava o time desde o início, se calou.

Atrás no placar, Luxemburgo tirou Guarín para colocar Tiago Reis e depois ainda chamou Bruno César. Os dois se movimentaram bastante e até tentaram mudar o panorama do jogo, mas não deu.

O Vasco volta a jogar no próximo sábado contra o Fluminense, no Maracanã. Depois da derrota, que manteve o time com 38 pontos na tabela, o clássico se tornou ainda mais importante para que o time possa se afastar de vez na zona do rebaixamento. O Tricolor tem 30 e também precisa de um resultado positivo. Para o duelo, Luxemburgo contará com a volta de Rossi.

Fonte: Globoesporte.com