Andrey e Valentim se acertam e vitória serve de motivação para ambos

24/11/2018 às 08h37 - FUTEBOL

Quem vê Andrey feliz como está após o gol que abriu o placar na vitória sobre o São Paulo, nem imagina o quanto foi difícil para o volante se firmar na equipe em 2018. O garoto de 20 anos superou a concorrência no elenco, as próprias oscilações da idade e um episódio que poderia ter minado seu trabalho com Alberto Valentim.

Depois do clássico contra o Flamengo, no dia 15 de setembro, jogador e técnico discutiram no vestiário do Mané Garrincha. Valentim havia o colocado na partida no segundo tempo e não ficou contente com a atuação do volante. Andrey flagrou o treinador fazendo duras críticas a ele para sua comissão técnica e os dois discutiram.

Os ânimos foram contornados, os lados se acertaram, mas na partida seguinte ele ficou no banco. Depois, contra o Santos, foi titular, teve boa atuação, mas acabou expulso. Na sequência, não saiu mais do time.

O gol da última quinta-feira reforçou a sensação de que, apesar de todos os percalços, Andrey é uma realidade na equipe do Vasco. Foi o sexto marcado este ano, o que realça sua principal virtude, a finalização de longa distância. O volante confessa que vinha sendo cobrado internamente para que arriscasse mais. Seu chute é unanimidade no vestiário. Só faltava ele confiar mais em si mesmo e chutar.

- Eu tinha tentado antes e isolei. O pessoal já vinha falando para eu arriscar mais. Fui comemorar com minha namorada, ela também estava cobrando.

Para o jogo contra o Palmeiras, ele aposta numa vitória:

- O resultado passado serviu para nos dar motivação. Sabemos que o Palmeiras é muito forte e tem o melhor elenco do Brasil. Será um grande jogo.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco andrey
andrey

Fonte: Extra Online

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Jhonny Lucas?

Especulações Mercado