Antigos rivais, Vasco e Corinthians se enfrentam em jogo dos desesperados

17/11/2018 às 09h00 - FUTEBOL

Dizer que o Vasco entrará em campo preocupado com o passado seria um exagero. Nesta sexta-feira, às 19h, o que estará em jogo é o futuro do time na Série A. Vencer o Corinthians no Itaquerão, por mais difícil que seja, é o único resultado possível para se afastar da zona de rebaixamento sem depender de outras partidas da rodada. Mas que também teria um gostinho de forra, teria.

Afinal, nas poucas lembranças boas que o torcedor vascaíno possui entre os três rebaixamentos nos últimos dez anos, o time paulista aparece como intruso em três. Foi o Corinthians que eliminou o Vasco na semifinal da Copa do Brasil de 2009,que terminou em primeiro no Brasileiro de 2011, quando o Vasco foi segundo, e que tirou o time da Colina das quartas de final da Libertadores do ano seguinte. A vida do Vasco enquanto clube poderia ser muito melhor hoje se não fosse o algoz.

Esta noite, os adversários estão no mesmo barco. A crise está instalada no clube paulista, também ameaçado de ir para a Série B e alvo de protestos de torcedores, temerosos quanto a uma segunda queda de divisão - com 40 pontos, tem apenas um a mais que o Vasco. Se o time de Alberto Valentim vencer, jogará o rival em um buraco mais fundo.

- Meus melhores jogos foram contra times grandes - lembra o técnico: - O Vasco é grande, forte. Temos que nos preparar. Unir organização grande na parte defensiva e procurar jogar futebol. Não podemos fugir disso.

Curiosidade do destino que liga Vasco e Corinthians, a última vez que o Cruz-maltino bateu o rival em São Paulo ocorreu em 2007, na penúltima rodada do Brasileiro. A vitória, com gol de Alan Kardec, praticamente sacramentou o rebaixamento dos paulistas naquele ano.

Maxi López novamente fora

O técnico Alberto Valentim terá novamente o desfalque do atacante Maxi López. O argentino segue no processo de cicatrização do corte que sofreu no pé direito, na partida contra o Grêmio. O atacante já ficou fora do empate com o Atlético-PR e nem viajou para a partida contra o Corinthians.

Ele seguirá no Rio para tratamento, de olho na partida contra o São Paulo, quinta-feira, em São Januário. A ideia é que ele consiga se recuperar plenamente para os dois compromissos que o time terá em casa, contra o Tricolor Paulista e o Palmeiras.

Outros desfalques certos do Vasco são Ramon, que não atua mais na temporada, Rildo com lesão muscular, e Willian Maranhão, suspenso com três cartões amarelos.

A única notícia boa confirmada para o treinador vascaíno é o retorno do lateral-direito Yago Pikachu. O artilheiro do time em 2018 deverá entrar no lugar de Kelvin, titular contra o Furacão. Para Valentim, é importante que os jogadores evitem notícias que deixem aumentem o temor do rebaixamento:

- Pedi aos jogadores que não fiquem vendo certas coisas, evitem ao máximo. Pedi que descansem muito. Nada vai poder nos atrapalhar em relação a números.

Foto: Site Oficial do Vasco Valentim
Valentim

Fonte: Extra Online

Mercado

Confirmado

Você aprova a saída de Kelvin?

Especulações Mercado