Antônio Lopes relembra atuações de Dener: "Superior a Neymar e Robinho"

07/09/2020 às 19h53 - CLUBE

Atualmente na coordenação técnica do Vasco da Gama, Antônio Lopes foi o primeiro a dar uma chance a Dener na equipe profissional, ainda em 1989. O treinador ficou impressionado com a sua magia em campo e deu a primeira oportunidade para treinar com os profissionais. O Cometa Brasileiro chegou a fazer sua estreia no Brasileiro do mesmo ano.

Antônio Lopes conversou com a reportagem e revelou como conheceu o jovem Dener e sobre o seu comportamento extracampo. Futebol também foi pauta na conversa. O técnico imaginou um hipotético ataque com os seus melhores comandados e incluiu o Cometa Brasileiro. Além disso, não hesitou em comparar o Reizinho com diversos jogadores da atualidade:

Confira a entrevista exclusiva com Écio Pasca na íntegra:

VAVEL Brasil: O Dener foi campeão da Copa São Paulo de 1991 na Portuguesa. Mas, em 1989, o senhor deu a primeira chance dele na equipe profissional. Como foi esse processo de ele ir para o profissional e voltar para as categorias de base depois? Quando foi seu primeiro contato com ele? O que te chamou mais atenção nele e no estilo de jogo dele?

Antônio Lopes: Eu estava como treinador na Portuguesa em 1989, quando um Conselheiro do Clube, Mário Fofoca, me procurou e falou que o clube tinha um excelente jogador da base que havia sumido. Mas que ele poderia trazer para que eu desse uma olhada nele. Prontamente, mandei trazer o Dener. No primeiro treino coletivo, ele arrebentou dando canetas, dribles desconcertantes, mostrando que se tratava de um gênio do futebol. Coloquei para estrear no campeonato brasileiro contra o Grêmio.

VAVEL Brasil: O Dener ficou conhecido pelos seus dribles e pelo seu jeito alegre de jogar. Ele era sinônimo de alegria dentro de campo. Mas, e fora das quatro linhas? Como o senhor definiria o homem, o cidadão Dener?

Antônio Lopes: Dener sempre foi um atleta correto, treinava muito, não faltava aos treinos, não chegava atrasado e cumpria sempre com suas obrigações.

VAVEL Brasil: Havia uma esperança de o Dener ser convocado para a Copa de 1994. O senhor, como primeiro treinador e conhecendo bem a capacidade e o potencial dele, acha que ele já estaria pronto para aquela Copa?

Antônio Lopes: O Dener já estava pronto para participar de uma Copa do Mundo naquela oportunidade.

VAVEL Brasil: O senhor já treinou grandes craques, como Romário, Edmundo, Roberto Dinamite e Mazinho. O senhor escalaria o Dener no time titular dos melhores jogadores que já treinou? Qual seria seu ataque?

Antônio Lopes: Eu escalaria o Dener como meia atacante e afirmo que, na minha ótica, o Dener foi mais gênio do que hoje é o Neymar. Edmundo, Romário, Roberto e Neymar seria um excelente ataque, com Dener de meia atacante.

VAVEL Brasil: Atualmente, muitos comparam o Dener ao Neymar ou ao Robinho. Alguns acham que Dener foi melhor que ambos, outros alegam saudosismo para contrariar essa afirmação. O que o senhor acha disso?

Antônio Lopes: No meu entendimento Dener foi superior a Neymar e a Robinho.

Fonte: Vavel