Após 420 dias, Cláudio Winck festeja volta aos gramados: "Sensação única"

29/06/2020 às 19h34 - CLUBE

A vitória do Vasco por 3 a 1 sobre o Macaé, neste domingo, resgatou jogadores que andavam desprestigiados em São Januário. Um deles foi Cláudio Winck. Após mais de um ano o lateral ressurgiu, entrou no segundo tempo no lugar de Talles Magno e fez um bom jogo.

Foram exatos 420 dias sem entrar em campo. Neste período, Winck conviveu com o ostracismo, foi afastado no início do ano, mas não baixou a cabeça. Seguiu treinando, não desanimou e foi recompensado. Em março, entrou em acordo com a diretoria e foi reintegrado.

- Consegui manter o que vinha fazendo nos treinos. Consegui dar um bom passe para o Cano (veja o lance no vídeo acima). Infelizmente não saiu, mas na hora certa vai sair...

- A sensação foi boa, estava um pouco ansioso, muito tempo sem jogar. Mas me preparei bem para essa volta, fiz um bom jogo. Consegui fazer boas jogadas, foi uma sensação única - disse o lateral.
 

Winck entrou no início do segundo tempo no lugar de Talles Magno. Com isso, Pikachu foi deslocado para o ataque, e a dupla se entendeu bem pela direita. O camisa 2 aprova a parceria.

- Jogar com o Pikachu é tranquilo. Ele é habituado a jogar mais à frente, e nos entendemos bem. Dá para fazer uma boa dupla. Os dois se ajudam na hora de marcar, e os dois conseguem jogar bastante também.

Fonte: (ge)