Futebol

Até julho, concorrência de Rodrigo não deve aumentar

Rodrigo demorou a receber sua chance no profissional do Vasco. Mas, quando ela chegou, o volante de 20 anos parece ter aproveitado da melhor maneira.

Titular em 10 dos 15 jogos disputados pela equipe até aqui na temporada, o jovem jogador está com moral no clube e recebeu recentemente um aumento no salário.

Como é comum no futebol, o contrato de Rodrigo com o Vasco prevê bonificações à medida que algumas metas sejam cumpridas. Uma deles obrigava o clube a aumentar o salário caso o volante completasse cinco jogos como titular, atuando em pelo menos 45 minutos. A meta foi cumprida no mês passado, na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo.

Antes, ele já havia sido titular contra Madureira, Audax e Fluminense, quando atuou durante os 90 minutos, e na goleada por 5 a 0 sobre o Resende, quando foi substituído no início do segundo tempo.

Além do aumento contratualmente obrigatório, no entanto, o Vasco decidiu aplicar um acréscimo de cerca de 30% no salário do volante como um gesto de reconhecimento pelas boas atuações neste início de temporada.

O que resta agora é o diretor esportivo Paulo Bracks sentar com os representantes do jogador para discutir uma possível renovação do contrato, o que provavelmente vai acontecer nos próximos dias. O atual vínculo de Rodrigo com o Vasco vai até 23 de novembro do ano que vem.

O clube entende que Rodrigo deu conta do recado no Carioca, apesar de duas falhas determinantes contra Fluminense (quando errou o passe no gol marcado por Germán Cano do meio de campo) e Flamengo (quando perdeu a bola para Matheus França no lance do segundo gol do Fla, na volta da semifinal).

Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no CT Moacyr Barbosa, o diretor técnico Abel Braga citou a importância do desempenho de Rodrigo no confronto contra o Flamengo, em especial no jogo da volta.

- No meu modo de pensar, nós não fizemos um bom primeiro jogo. No segundo, com mais um jogador de marcação, o Rodrigo, fomos totalmente superiores - disse Abel.

Concorrência não deve aumentar

Ao que tudo indica, Rodrigo seguirá tendo espaço na equipe no Brasileirão. O Vasco reconhece a necessidade de contratar um primeiro volante, mas está perto de atingir seu teto orçamentário e não deve mais investir alto na atual janela de transferências.

Esse é um dos motivos que brecaram a negociação por Jorman Campuzano, do Boca Juniors, por exemplo. A diretoria vascaína tem interesse no volante argentino, mas considera o negócio difícil e deve retomar as conversas somente na janela do meio do ano. Ao menos até julho, portanto, a concorrência de Rodrigo não deve aumentar.

Volante marcador, Rodrigo costuma dar consistência defensiva ao meio de campo e é o segundo maior ladrão de bolas do time na temporada, atrás apenas do lateral-direito Puma Rodríguez.

Fonte: ge
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco 1
    Flamengo Flamengo 6
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir