Autor do ''Não vou ter pena", torcedor do Vasco diz: "Vamos amassar"

07/03/2019 às 08h02 - TORCIDA

Se é vascaíno, você certamente já ouviu um tradicional áudio gravado por um torcedor no início deste ano, analisando titulares de Vasco e Flamengo, com alguns erros, claro, e dizendo que não teria pena quando o time comandado por Alberto Valentim goleasse o rival. E nós achamos o autor do "hit"!

Antes da entrevista, vamos relembrar o áudio que ganhou as redes sociais e pode, é claro, ser chamado de "Eu não vou ter pena":

"Esse áudio é para você e para o seu Tobias
Vamos analisar:
Fernando Miguel ou César? Empate!
Na lateral direita, o Vasco trouxe o Cáceres, multicampeão da América. Ou Rodinei? Ou Pará? Cáceres!
Agora a zaga... Léo Duarte e Rodrigo Caio. Breno, multicampeão na Alemanha pelo Bayern, Leandro Castan, pela Roma, considerado Rei de Roma. Bem, não preciso nem falar: Leandro Castan e Breno!
Na lateral esquerda: Danilo Avelar, moleque revelação p***, contra o Renê? Danilo Avelar!
Vamos para o meio-campo com Andrey, Jhonny Lucas, moleque revelação aí pretendido pelo Barcelona. Aí você pega Bruno César. Rossi... Cara, que isso, mané. MAXI LÓPEZ! 
Que isso... Eu não vou ter pena quando o Vasco golear o Flamengo. Eu não vou ter pena"

Carlos Rosa, de 34 anos, é carioca, comerciante e "maluco" pelo Vasco. O torcedor admite que não imaginava que o áudio rodaria tanto quanto rodou, mas a internet fez questão de levá-lo para além de uma conversa com um amigo.

- Eu comecei a ver a dimensão que isso tinha tomado quando amigos meus do trabalho, da religião, da faculdade, começaram a falar comigo. Aí no outro dia a mesma coisa. Um amigo meu falou: "eu entrei aqui e fizeram um vídeo disso. Já tinha não sei quantas mil visualizações. Fizeram a montagem com o rosto dos jogadores. E o pessoal até brinca comigo que tem muita gente ganhando dinheiro às minhas custas - disse Carlos ao GloboEsporte.com.

 

— É um jogo diferente. A gente sabe que se trata de uma partida que a torcida sente bastante. É o jogo que todo mundo quer atuar, um clássico. O Flamengo é uma equipe individualmente muito forte e vamos ter que fazer o mesmo trabalho do último jogo — destacou.
 

O áudio, é claro, contém alguns errinhos. Breno, por exemplo, sequer jogou este ano por causa de uma lesão no joelho; Danilo Avelar é, na verdade, Danilo Barcelos; Jhonny Lucas não foi contratado e seguiu no Paraná. Independentemente disso, a confiança de Carlos Rosa não diminui nem um pouco antes do clássico deste sábado, às 19h, no Maracanã, pela Taça Rio.

- O Lucas Mineiro, eu costumo até brincar que já estão comparando com o Pogbá. Falam: "você vai acabar sendo internado". O meu pai fala: “vão te bater na rua”. O Lucas Mineiro foi uma grata surpresa. E o Danilo tomou conta da lateral. Eu acredito em tudo o que falei. Não foi só brincadeira. E não é nem pelo retrospecto do time do Vasco. Se você for acompanhar o retrospecto do Flamengo ao longo dos anos, eles sempre vem montando times milionários, mas se for ver teve o lance do cheirinho, do segue o líder. Esse ano a gente vai amassar eles - confia Carlos.
 

Apesar de todo o fanatismo, o vascaíno reconhece a superioridade do elenco do Flamengo, mas não perde a chance de alfinetar a contratação de Arrascaeta.

- Mas se for analisar, sem clubismo, friamente... Você vê que o elenco do Flamengo, claro, dá de mil a zero em qualquer elenco do Brasil, menos Palmeiras e Cruzeiro. Mas o Arrascaeta não vale 60 milhões nem aqui nem na china. O que costumo brincar é que tem que pegar qualquer jogador do Flamengo e ver se tem o currículo do Maxi, que já jogou Champions, já jogou na Itália - completa.
 

Mas e se o Vasco perder no sábado?

- Tenho certeza que dia 9 a gente vai amassar eles. Mas se o Flamengo ganhar eu vou ter que mudar de país - brinca, sem perder o espírito esportivo.

Foto: Arquivo pessoalCarlos Rosa, de azul, brinca com fama após áudio
Carlos Rosa, de azul, brinca com fama após áudio

Fonte: Globoesporte.com