Base: Dudu participará da terceira Copa São Paulo

02/01/2018 às 08h16 - CATEGORIAS DE BASE

O ano de 2018 já começou e as esperadas contratações de impacto até agora não deram as caras pelo futebol carioca. Com a atuação discreta dos clubes do Rio neste período de negociações, os torcedores têm mais um motivo para ficar de olho na Copa São Paulo, o mais tradicional dos torneios sub-20, que começa hoje, com a estreia do Vasco, às 16h, contra o Juventus-SP. Afinal, o principal reforço de seu time pode vir de lá.

Alguns dos destaques das equipes cariocas em 2017 vieram da Copinha. Foi o caso do próprio Vasco, que voltou à Libertadores após cinco anos com a ajuda de Mateus Vital e Evander (Paulinho, considerado a aposta mais promissora da base cruz-maltina, não chegou a disputar o torneio).

Apesar do elenco milionário, o Flamengo também contou com a ajuda da garotada para se garantir na Libertadores e na final da Sul-americana. O badalado Vinícius Júnior, já vendido ao Real Madrid, fez seu nome na edição do ano passado. Já o xodó Lucas Paquetá fez parte da equipe campeã em 2016. Vale lembrar que o goleiro César, que assumiu o gol rubro-negro após a lesão de Diego Alves, foi o destaque do grupo que levantou o troféu em 2011.

No Botafogo, Igor Rabello, titular da zaga ao longo da última temporada, e Matheus Fernandes, que conquistou a torcida e chegou a ser sondado pelo Barcelona, também possuem no currículo passagem pela Copa SP. Mas é no Fluminense que as joias da base mais reforçaram o time profissional. Sem dinheiro para reforços — como este ano —, o Tricolor promoveu os talentos de Xerém e viu surgirem gratas revelações. O principal exemplo é Wendel, que saiu da Copinha para virar destaque do meio-campo do time de Abel Braga.

O clube das Laranjeiras, por sinal, disputa a edição deste ano em meio a um drama. O time não contará com o técnico Leo Percovich, vítima de acidente automobilístico que matou dois de seus filhos, e será treinado pelo coordenador Marcelo Veiga. Ele fica no comando até que o uruguaio se sinta em condições de reassumir o posto.

DESTAQUES

VASCO - DUDU, MEIA

Camisa 10 do Vasco que vai disputar a Copinha 2018, Dudu é aquele meia clássico que encanta a todos pela excelente visão de jogo. Colocar os companheiros na cara do gol parece fácil para o jovem de 19 anos. Será a terceira Copinha do “experiente” Dudu que, mais cascudo, sonha levar o time ao bicampeonato.

FLAMENGO - WESLEY, LATERAL-DIREITO

Rápido e muito habilidoso, foi um dos destaques da seleção brasileira no Mundial Sub-17 do ano passado. Com apenas 17 anos, quer se firmar como titular do time de juniores para, quem sabe, buscar uma vaga no time profissional que sente falta de um grande lateral-direito. Ao contrário de muitos laterais, também se destaca na defesa.

FLUMINENSE - CAIO, VOLANTE

Contratado junto ao Londrina no início do ano passado, Caio conquistou seu espaço no time sub-20 na reta final da temporada. Destaque do Fluminense no Brasileiro da categoria e na Copa RS, o volante é conhecido pela facilidade com que se apresenta na frente. Por conta disso, ele também pode jogar como meia.

BOTAFOGO - RICKSON, MEIA

O jogador de 19 anos é considerado uma das boas promessas da base alvinegra, fazendo parte de uma geração que deve dar muitos frutos ao time profissional. Chuta muito bem de fora da área e dificilmente erra um passe. O destaque do Botafogo, dizem os especialistas, é o coletivo, mas é bom ficar de olho nele.

Fonte: Extra

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario