Beach Soccer: Técnico do Afeganistão acompanha treino do Vasco

27/02/2018 às 08h38 - OUTROS ESPORTES

Ex-jogador de areia da Chapecoense, Hazragtul Baran, atleta, treinador da seleção e presidente da federação do Afeganistão, está no Rio de Janeiro acompanhando a modalidade. A intenção é adquirir conhecimento e desenvolver o esporte em seu país

Apaixonado por beach soccer, ele está no Rio de Janeiro em uma viagem longa que fez movido pela admiração que tem pelo esporte e pela possibilidade de adquirir conhecimento. Uma espécie de intercâmbio que tem preenchido suas manhãs e tardes na cidade entre os treinamentos do Vasco da Gama e da Seleção Brasileira, nas areias do Leme (zona Sul do Rio).

– Gosto muito do beach soccer brasileiro e, embora não tenhamos a mesma qualidade com a bola, tentamos jogar de uma maneira parecida. É importante esse contato, esse conhecimento, estou aqui acompanhando treinos, conversando com profissionais e vou dividir essas informações com os praticantes do meu país. Agradeço muito ao Gilberto Costa pela oportunidade e a todos que me receberam muito bem – disse Baran, em bom português.

Baran já esteve antes no Brasil quando foi jogador de beach soccer da Chapecoense. Para Gilberto Costa, técnico da Seleção Brasileira, oportunidade para troca de experiências.

– É muito bom receber o Baran, alguém que é apaixonado pela modalidade, que está buscando conhecimento e dividindo muitas coisas com a gente também. O Brasil é uma das principais seleções do mundo, estamos também aprendendo a cada dia, e esse tipo de troca de experiências, de intercâmbio, é saudável para os dois lados – afirmou o treinador, invicto nas 51 partidas que dirigiu o Brasil desde janeiro de 2016, e campeão da Copa do Mundo FIFA 2017.

A Seleção Brasileira segue treinando no Rio de Janeiro e embarca na próxima quarta-feira, dia 28, para a disputa da Copa América, em Asia District, cidade próxima de Lima (Peru). O Brasil é cabeça de chave do Grupo B e estreia dia 3 contra a Colômbia.

Fonte: CBF

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario