Bernardo promete 'minuto de silêncio' caso marque contra o Vasco

08/03/2020 às 08h35 - FUTEBOL

Dos jogadores que passaram pelo Vasco na última década, nenhum desperta sentimentos tão controversos entre os torcedores como Bernardo, meia de 29 anos que, após deixar o Cruzmaltino em sua última passagem, rodou por diversos clubes e agora enverga a camisa 10 do Volta Redonda, adversário da equipe de São Januário hoje (8), às 16h, no estádio Raulino de Oliveira, na "Cidade do Aço", pela segunda rodada da Taça Rio.

A relação de amor e ódio dos vascaínos com o jogador — que teve um início de lua-de-mel entre 2011 e 2012 e terminou de forma litigiosa em 2015 — terá um capítulo especial, pois será a primeira vez que Bernardo enfrentará o ex-clube depois de sua saída.

Sincero, o meia nunca escondeu seu carinho pelo Vasco. Ao UOL Esporte, admitiu que terá que "controlar o coração" na tarde deste domingo:

"Tem um sabor especial por tudo o que vivi lá dentro. Passa um filme na cabeça. É a primeira vez que vou enfrentar o Vasco desde a última passagem pelo clube. A saída não foi da melhor maneira, mas estou tranquilo e motivado. Agradeço muito ao Volta Redonda por essa oportunidade de disputar o Carioca novamente. Claro que tem que segurar a emoção, o foco vai estar em mim domingo, mas tenho que estar focado no Volta Redonda e buscar o objetivo de chegar às semifinais novamente. É controlar o coração (risos)".

Depois de deixar o Vasco em 2015, quando foi campeão carioca, Bernardo se transferiu para o Ceará. Em seguida, rodou por Ulsan Hyundai (KOR), Coritiba, Botafogo-SP, Al-Tadhamon (EAU), Ipatinga, Al Khaleej (KSA), até chegar ao Volta Redonda este ano.

Na Taça Guanabara, conseguiu se destacar e conduziu a equipe do Sul Fluminense às semifinais, sendo eliminado pelo Boavista após um empate em 1 a 1 (a equipe de Bacaxá tinha a vantagem da igualdade).

"Fico feliz de estar ajudando a equipe. O Volta Redonda tem um projeto muito bom este ano. Jogadores, comissão técnica, estão todos felizes pela campanha. Claro que tivemos uma semana seguinte difícil por não termos chegado à final por questão de regulamento. Também tivemos uma derrota chata na Copa do Brasil (Lagarto-SE), mas está todo mundo focado. Estou feliz com meu momento, pelos jogos que venho fazendo. Ainda não balancei a rede, tenho uma cobrança em mim sobre isso, mas estou tranquilo. Domingo, contra o meu ex-clube, quem sabe aconteça", disse.

O reencontro também fará com que Bernardo reveja antigas amizades, entre funcionários, roupeiros, massagistas e jogadores, como o volante Fellipe Bastos.

"Vai ser legal, super bacana ver o pessoal que trabalhei muito tempo. Jogador muda muito de clube, mas eu tenho alguns no elenco, como meu amigaço Fellipe Bastos, com quem tenho convivência desde os 15 anos. Conheço o Castan também, parte da diretoria, massagistas, roupeiros... Enfim, vai ser bacana, um encontro legal", declarou.

Caso faça um gol hoje, Bernardo admitiu que a tendência é a de que não comemore:

"Já fui até perguntado sobre isso, principalmente o torcedor nas redes sociais, mas vai existir o respeito, sim. Vou fazer um momento de silêncio"

FICHA TÉCNICA

VOLTA REDONDA X VASCO

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)

Hora: 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda

Auxiliares: Gustavo Mota Correia e Thiago Gomes Magalhães.

Fonte: UOL Esportes