Bruno Silva consegue liminar na Justiça e deixa o Vasco

07/06/2019 às 15h14 - FUTEBOL

O volante Bruno Silva conseguiu nesta quinta-feira uma liminar na Justiça para deixar o Vasco imediatamente, de graça. No processo, o jogador alega falta de recolhimento de FGTS desde novembro de 2018. O contrato do atleta ia até o fim de 2019.

Curiosamente, Bruno Silva renovou com o Vasco no dia 26 de abril deste ano, há pouco mais de um mês, mas não estava nos planos da comissão técnica e treinava separado do restante dos jogadores. A expectativa era de que ele fosse emprestado.

Com a decisão liminar da última quinta-feira, porém, Bruno Silva deixa o Vasco de graça - o clube ainda pode recorrer. No processo, ingressado na 79ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, o juiz Luciano Moraes da Silva dá razão ao jogador e escreve:

"Isso porque o documento juntado aos autos com ID. cbc2e78 indica que, ao menos desde novembro de 2018, o Réu não recolhe o FGTS devido ao Autor. Em consulta ao sistema FGTS-CEF, em convênio com esta especializada, constata-se que a referida conta vinculada do FGTS do Autor está realmente sem recolhimentos por parte da Ré desde, pelo menos, novembro de 2018".

Fonte: GloboEsporte.com