Caixa quer reverter decisão que definiu liberação de R$ 5 milhões ao Vasco

11/02/2020 às 20h42 - CLUBE

O Vasco enfrenta a resistência da Caixa Econômica Federal para receber cerca de R$ 5 milhões, fruto de decisão judicial decorrente de ação de autoria do Sindicato de Empregados em Clubes do Estado do Rio (Sindeclubes). O departamento jurídico do banco estatal tenta reverter a ordem de pagamento, que seria usado para amenizar a dívida vascaína com salários atrasados de funcionários.

A Caixa foi notificada da decisão do juiz José Monteiro Lopes, da 36ª Vara do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), no último dia 6, que ordenou a transferência de R$ 5 milhões do Cruz-Maltino, que estão retidos há mais de um ano.

Entretanto, ela alega que o bloqueio do valor acontece pelo descumprimento, por parte do Vasco, de uma série de contrapartidas que constam em contrato, entre prestação de contas e obtenção de certidões negativas de débito.

O jurídico da estatal está otimista em conseguir reverter a decisão do juiz, uma vez que já foi alvo de ações semelhantes, tendo sucesso na ida posterior ao Judiciário. Procurado como parte autora da ação, o departamento jurídico do Sindeclubes não foi encontrado para comentar o movimento da Caixa.

Fonte: O Globo Online