Campanha para CT tem doador de R$ 5 milhões a confirmar

23/08/2019 às 08h20 - FUTEBOL

A "vaquinha online" criada pelo Vasco para bancar a primeira parte de seu centro de treinamento foi lançada no ar na noite de ontem (22) após o evento de divulgação. A obra foi orçada em R$ 6 milhões e os valores de doação estão estipulados entre R$ 15 até R$ 5 milhões. E foi justamente este valor milionário que causou alvoroço nas redes sociais quando o site apontou que uma pessoa acenou como possível contribuinte desta quantia poucas horas depois do lançamento. Teria ele já praticamente cumprido a meta sozinho?

O UOL Esporte, então, resolveu esmiuçar as regras de doação do site "Kickante", que está hospedando a campanha. De cara, já se pode afirmar que o fato do portal indicar que uma pessoa acionou o valor de R$ 5 milhões não necessariamente quer dizer que ela efetuará o pagamento.

A transferência se dá por três meios possíveis: cartão de crédito, boleto ou o sistema PayPal (pagamento online através do cadastro de seu cartão de crédito).

Uma pessoa, por exemplo, pode gerar o boleto de R$ 5 milhões. Este documento tem validade de três dias úteis. Caso ele vença e o seu pagamento não seja efetuado dentro deste período, ele deixa de valer.

Ou seja, para saber se, de fato, alguém resolveu doar R$ 5 milhões para a construção do CT do Vasco, basta aguardar dentro destes três dias úteis se o dinheiro irá cair na conta do site.

Doação de R$ 5 mi prevê jogo em homenagem a doador

Cada contribuição dada ao CT é retribuída com algum tipo de honraria, promete o clube. O "agrado" melhora conforme o valor da doação. Na de R$ 5 milhões, por exemplo, o Vasco garante que realizará um jogo em homenagem ao doador, além de um título de benfeitor remido do Cruz-maltino.

Conheça o projeto do CT

Em pomposo evento na noite de hoje (22) no Centro Olímpico de Golfe (RJ), o Vasco divulgou o projeto de construção do centro de treinamento no terreno cedido pela prefeitura do Rio de Janeiro no bairro da Barra da Tijuca (RJ). A meta é que parte dele já esteja pronta para receber o elenco profissional no primeiro semestre de 2020.

O projeto total prevê seis campos e um mini estádio para 2 mil lugares, além de um prédio com toda a infraestrutura necessária para os atletas como vestiário, departamento médico, academia, entre outros, além de um estacionamento.

Na fase inicial, porém - que prevê entrega no primeiro semestre de 2020 - somente dois campos serão construídos junto com uma estrutura provisória.

Esta primeira etapa está orçada em R$ 6 milhões, e é aí que entra o projeto de financiamento coletivo junto ao torcedor. O vascaíno poderá doar de R$ 15 até R$ 5 milhões - com variações de honrarias em troca - e a ideia é que ele se banque sozinho. Cruzmaltinos ilustres estão comprometidos a contribuir com altas quantias.

A construção está dividida em quatro partes:

1ª - terraplanagens e serviços técnicos: R$ 2 milhões

2ª - campo 1 e muros: R$ 1,5 milhão

3ª - campo 2 e adjacências: R$ 1,5 milhão

4ª - edificações do futebol profissional: R$ 1 milhão

As honrarias aos contribuintes

R$ 15: certificado digital e agradecimento no site

R$ 50: as duas de cima e mais desconto de dois meses no plano Caldeirão semestral ou equivalente

R$ 200: as três de cima e mais o nome no mapa do CT

R$ 500: as quatro de cima e mais uma moeda especial

R$ 1 mil: as cinco de cima e mais um tijolo com nome no espaço externo

R$ 5 mil: as mesmas dadas aos doadores de R$ 500 e mais um nome no hall principal do espaço interno

R$ 50 mil: nome no painel de azulejo e título de benfeitor remido do clube

R$ 500 mil: uma sala do centro de treinamento terá o nome do doador; título de benfeitor remido do clube

R$ 5 milhões: jogo dedicado para homenagear o doador; título de benfeitor remido do clube

Fonte: UOL Esporte