Campello explica como definição da partida entre Vasco x Resende aconteceu

13/02/2019 às 19h57 - FUTEBOL

Após muitas revira-voltas, foi decidido que a semifinal da Taça Guanabara entre Vasco e Resende fosse realizada nesta quarta-feira. A previsão de mais um forte temporal na cidade do Rio de Janeiro fez com que Prefeitura, Ferj e clubes discutissem a possibilidade de adiamento ou mudança de local da partida.

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, divulgou um comunicado para esclarecer como que se chegaram à decisão de que o jogo fosse mantido para esta quarta-feira no Maracanã. Campello destacou três motivos principais: calendário, burocracia e renda.

- Tentamos transferir o jogo para amanhã (quinta-feira). Colocamos como alternativa jogar em São Januário na quinta-feira, mas não foi permitido pela PM. Diante desse impasse, resolvemos manter a partida para hoje. Mas em função da preocupação da prefeitura com a possibilidade de uma forte tempestade nós paramos com a venda de ingressos e colocamos à disposição dos que compraram de serem ressarcidos desses valores.

- Obviamente que isso fez com que a possibilidade de um grande prejuízo para o Vasco fosse real, uma vez que apenas 11 mil ingressos tinham sido vendidos Realizar essa partida em São Januário hoje seria impossível porque uma série de medidas precisa, ser tomadas para que uma partida aconteça e não havia tempo hábil para isso. A Ferj abriu mão das suas taxas e uma série de custos e o Maracanã fez o mesmo, abrindo mão do aluguel. Com isso, a ideia é que se consiga realizar o jogo com o que foi arrecadado com a venda desses 11 mil ingressos. Isso foi o que nós conseguimos para não ter prejuízo - disse Campello.

Vasco e Resende se enfrentam logo mais, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, pela semifinal da Taça Guanabara.

Fonte: GloboEsporte.com