Campello fala sobre Conselho, dívidas e investigações

03/06/2019 às 15h20 - CLUBE

"Eu espero que o Conselho entenda e debata aquilo que é primordial para o clube. Acho que essa é a terceira reunião instaurada pelo Conselho para analisar algo que pode resultar na saída do presidente", diz o presidente Alexandre Campello #gevas

Campello continua: "Acho que está na hora de o Conselho se preocupar com aquilo que é importante para o clube. Temos uma série de projetos. Apresentamos no Conselho de Beneméritos algumas propostas para solucionar a crise financeira do Vasco" #gevas

"Vasco tem uma dívida de mais de 550 milhões. Era superior a 600 milhões no ano passado. Em 2018 conseguimos diminuir essa dívida. Conseguimos ter um superávit de 60 milhões. Mas ainda tem uma dívida que impacta no dia a dia do clube", diz Campello #gevas

"Parte dela está solucionada no Profut, mas 300 e poucos milhões são dívidas de acordos que foram realizados. Estamos propondo trazer um fundo de investimento, que a gente consiga reduzir a dívida de maneira significativa para transformar em algo de médio a longo prazo" #gevas

Campello: "No primeiro semestre, não tem entrado um centavo para os cofres do clube. Tudo que entra vai para acordos. Isso traz um impacto muito grande. Acho que é isso que deve ser discutido no Conselho. E não picuinhas pessoais. Está na hora de o Vasco pensar no Vasco" #gevas

O que acha que vai acontecer mais tarde, Campello? "Eu não sei o que vai acontecer. O Conselho vai decidir aquilo que, eu espero que decida o que é melhor para o Vasco. Até porque o que vai se discutir lá é inexpressivo" #gevas

"Quem não deve, não teme. Estão investigando todos os documentos há um ano e meio e não pegaram nada. Eu vou entrar e sair da reunião sendo a mesma pessoa", diz Alexandre Campello #gevas

 

Fonte: Twitter do jornalista Bruno Giufrida - GE