Carlos Alberto contará com presença dos pais em Xerém

28/01/2009 às 00h46 - TORCIDA

O apoiador Carlos Alberto meteu a mão no bolso e financiou 50 ingressos para levar uma ‘cabeçada’ para Xerém, onde o Vasco vai enfrentar o Tigres, pela segunda rodada da Taça GB, às 19h30 de hoje, no Tigrão.

“Gastei quase o meu salário todo. Mas quero ver os meus familiares e amigos dando apoio ao time. Precisamos dessa vitória”, contou o jogador.

O apoiador, que começou a carreira no Fluminense e viveu durante anos em Xerém, contará com uma torcida especial no jogo desta noite.

“Meus pais estarão presentes ao estádio. Nunca imaginei que um dia jogaria profissionalmente, disputando um campeonato, na Baixada. Vai ser uma noite especial para mim”. comentou.

Ainda sentindo fortes dores na mão esquerda, que luxou durante treinamento em Vila Velha, Carlos Alberto atuará com proteção especial.

“A contusão estava quase boa, mas um zagueiro do Americano me fez o ‘favor’ de apertar a minha mão, agravando a contusão, na maldade. Mas estou dentro”, confirmou o jogador, que está escalado no ataque, ao lado de Rodrigo Pimpão.

O discurso de que a torcida precisa ter paciência porque o time está sendo montado e que vai da liga no futuro continua, Mas todos reconhecem que o Vasco vai a Xerém com a obrigação de vencer. Os torcedores não engoliram o vexame diante do Americano, sábado, quando o time foi derrotado por 2 a 0, em pleno São Januário.

O técnico Dorival Júnior sabe que está sendo repetitivo ao ressaltar as dificuldades que um treinador tem em montar um grupo com 19 novos contratados e não esconde a preocupação com a falta de entrosamento.

“Não adianta fugir da realidade. Estamos no início do trabalho e decepções acontecerão. Mas no futuro tudo vai mudar. É certo que as vitórias virão”, prometeu.

A escalação do apoiador Jéferson está ameaçada. Ele está em guerra jurídica com o seu ex-clube, o Brasiliense. O Vasco tentará outra liminar para poder escalar o jogador. Léo Lima, contundido, desfacará a equipe.

Fonte: O Dia