Carlos Leão deve ser empossado como novo VP nesta semana

02/03/2020 às 08h11 - CLUBE

Carlos Leão será empossado como novo vice-presidente de finanças do Vasco no início desta semana. Ele aceitou o convite feito por Alexandre Campello antes do Carnaval. A pasta estava vaga desde 10 de janeiro, quando João Marcos Amorim renunciou alegando divergências financeiras com Campello.

Membro do Conselho Deliberativo, Leão é presidente do grupo político Cruzada Vascaína. Tem 49 anos, é técnico mecânico formado pelo Cefet/RJ e economista pela Universidade Federal Fluminense. Trabalhou por 20 anos na General Electric (GE), onde iniciou como estagiário e saiu em 2009 na função de diretor industrial. Após deixar a GE, passou a atuar como empresário no ramo de iluminação.

Aliado de Campello, Leão já tinha um cargo na atual gestão. É o PMO (Project Management Office) do novo CT do Vasco, que está sendo construído em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Clique no link abaixo e entenda o cargo dele no "Nosso CT".

Questionado se deixará o cargo assim que assumir a vice-presidência de finanças, Carlos Leão negou e explicou por quê.

- Continua como PMO. O "Nosso CT" é um sonho que está muito próximo de ser realizado e quero participar disso com muita dedicação. O clube necessita captar mais R$ 2 milhões para concluir a primeira fase das obras. A equipe que está trabalhando na obra efetivamente, liderada pelo vice-presidente Pedro Seixas, está produzindo muito bem e estamos bem otimistas para entregar o CT logo no início do segundo semestre.

- Nunca precisamos tanto da colaboração direta dos torcedores vascaínos, que são os grandes patrocinadores e donos do novo centro de treinamento. É necessário intensificar as nossas doações e esse mês haverá duas grandes surpresas para as doadoras e doadores. Fiquem atentos e não deixem de fazer a sua doação para engrandecer ainda mais o nosso patrimônio.

No último sábado, durante o empate por 1 a 1 com o Resende, ainda sem responder como vice-presidente de finanças, Carlos Leão envolveu-se em discussão com torcedores que ofendiam o presidente Alexandre Campello no Estádio Raulino de Oliveira. Leão alega ter sido chamado de ladrão e vagabundo por quem o ofendia. Ele deu sua versão do episódio no Twitter.

Fonte: GloboEsporte.com