Castan: 'Pode falar o que for dessa equipe, mas não que falta vontade'

26/11/2018 às 11h27 - FUTEBOL

Não foi feliz a tarde do último domingo (25/11) para o Vasco da Gama. Apesar de ter criado chances e jogado de igual para igual com o Palmeiras, o Almirante não conseguiu empurrar a bola para o fundo das redes e acabou perdendo por 1 a 0 no Estádio de São Januário. O resultado adverso impediu o time cruzmaltino de chegar na última rodada do Campeonato Brasileiro já livre da ameaça de Z4.
Logo depois do clássico nacional, em bate-papo com os jornalistas na zona mista, o zagueiro Leandro Castan lamentou a derrota para o Alviverde Paulista e a não conquista do objetivo traçado antes da bola rolar. Para o experiente jogador, o Gigante da Colina fez um grande apresentação durante o primeiro tempo, mas não conseguiu repetir o rendimento na etapa final. 

- Começamos bem a partida, jogamos de igual para igual com um time que está a mais de 20 rodadas invicto, mas não conseguimos repetir a atuação e manter o mesmo nível no segundo tempo. Não foi a primeira vez que isso aconteceu. Agora, como sempre falei, não é a hora de querer achar culpados. Precisamos continuar trabalhando para alcançar o nosso objetivo, que é se livrar dessa parte inferior da tabela - afirmou o camisa 25.

Em 15º lugar com 42 pontos, a equipe vascaína segue dependendo apenas de suas próprias forças para se manter na Série A do Campeonato Brasileiro. Se o Sport for superado pelo São Paulo nesta segunda-feira (26) no Morumbi, um empate diante do Ceará, no próximo domingo (02/12), garante a permanência.  De acordo com o Leandro Castan, porém, o Vasco irá em busca dos três pontos no Castelão.

- Temos que vencer o próximo jogo para sairmos dessa situação. Já faz um tempo que estamos jogando uma final de Copa do Mundo. Foi assim contra Atlético Paranaense, Corinthians e São Paulo. Nossa equipe segue trabalhando e jogando sério. Pode falar o que for dessa equipe, mas não que falta vontade. Nossa equipe luta sempre até o final e não será diferente contra o Ceará lá em Fortaleza - garantiu o capitão, valorizando por fim o apoio do torcedor.

- O torcedor está de parabéns por tudo que está fazendo. Ele tem feito a sua parte e está sofrendo junto conosco. O torcedor sabe que nossa equipe luta, das dificuldades que enfrentamos, mas precisamos pedir desculpas por esse momento que o clube está passando. O que posso garantir é que iremos seguir lutando pela permanência do Vasco. O Vasco é muito grande para não estar na primeira divisão - finalizou Leandro Castan.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br Leandro Castan em treino pelo Vasco
Leandro Castan em treino pelo Vasco

Fonte: Site oficial do Vasco

Especulação

Não vem

Você aprova a contratação de Dunga (Técnico)?

Especulações Mercado