CBF quer limitar trocas de técnicos dos clubes durante o Brasileirão

21/02/2019 às 21h25 - FUTEBOL

A CBF apresentará nesta sexta-feira ao Conselho Técnico da Série A uma série de propostas para "avanços" no futebol brasileiro. O principal ponto da pauta é a adoção do árbitro de vídeo (VAR) em todas as partidas do Brasileirão, além de limitação nas trocas de treinadores e na inscrição de atletas.

- Queremos elevar o patamar do Campeonato Brasileiro. Para isso, apresentaremos aos clubes uma pauta integrada, que passa pela arbitragem, pelos aspectos técnicos das partidas e pelo público nos estádios - diz Rogério Caboclo, diretor executivo de Gestão da CBF.

O VAR estaria presente nas 380 partidas do Campeonato Brasileiro. A CBF se comprometerá a assumir os custos com tecnologia e infraestrutura, cabendo aos clubes apenas as despesas com o capital humano, como já ocorre com as equipes de arbitragem.

A ideia é fazer uma campanha educativa nas competições nacionais pelo respeito às regras do jogo e à arbitragem.

A CBF também quer limitar as trocas de treinadores. A Confederação quer propor apenas uma mudança de técnico durante a disputa da Série A. Além disso, proporá que apenas 40 atletas possam ser inscritos.

- Essa medida vai ajudar os clubes a racionalizarem sua gestão e a médio prazo permitirá a redução de custos - afirma Caboclo.

O objetivo das mudanças é ter mais tempo de bola rolando, menos punições e, consequentemente, um melhor produto para o público. Além disso, no ano que vem, a temporada do futebol brasileiro começará com a disputa da Supercopa do Brasil, entre o vencedor do Brasileirão e o campeão da Copa do Brasil. Será uma disputa em jogo único, em local, previamente, definido.

Fonte: O Globo