Com estresse superado, Riascos é uma das esperanças do Vasco para a final

07/04/2018 às 09h45 - FUTEBOL

Quando a torcida do Vasco canta para que Riascos seja solto, ela fala sério. O colombiano, xodó das arquibancadas, chega à final do Campeonato Estadual livre, leve e solto, depois de contornado o desconforto gerado por um rompante do jogador. Se não fosse o sangue frio de Fred Lopes, a escalação do ataque vascaíno amanhã, contra o Botafogo, poderia ser outra.

Riascos levou a diretoria vascaína à loucura ao se recusar a comemorar o gol marcado sobre o Botafogo, na semifinal da Taça Rio, no último dia 21, e fazer gestos agressivos na direção dos camarotes do Nilton Santos. Entre os dirigentes mais irritados, foi levantada a hipótese de ser aplicada uma punição no jogador.

Coube ao vice-presidente de futebol Fred Lopes, principal alvo do descontentamento de Riascos, por causa da promessa não cumprida de pagamento de salários, colocar panos quentes no caso e evitar um clima ainda mais beligerante no vestiário.

Dezoito dias depois, o estresse foi superado, o clube conseguiu quitar parte da dívida com o elenco, e Riascos chega firme e forte para o clássico de amanhã, contra o Botafogo. É a principal esperança de gols do técnico Zé Ricardo. Em meio aos jogadores desgastados pela partida contra o Cruzeiro, o colombiano destacou que chegou a hora do sacrifício.

- Essas coisas não podem influenciar nossa atuação, até porque se trata de uma final, do último jogo - ressaltou ao site oficial do Vasco: - É preciso ter um algo mais, temos que procurar ganhar de qualquer jeito.

Identificado com o clube da Colina, Riascos pode dar sua segunda volta olímpica pelo Vasco - ele foi um dos destaques do título estadual conquistado em 2016.

Fonte: Extra Online

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario