Mercado

Com Léo Jardim, Vasco terá que encontrar soluções para uma questãão

Com a provável chegada de Léo Jardim, que é aguardado no Rio de Janeiro ainda esta semana para fazer exames médicos e assinar contrato, o Vasco terá que encontrar soluções para uma questão: o elenco ficará recheado de goleiros.

Serão cinco caso tudo corra bem na contratação de Jardim, que já se despediu de seus companheiros e foi liberado pelo Lille para viajar. Além dele, a equipe tem Ivan, Thiago Rodrigues, Alexander e Halls.

A princípio, Léo Jardim e Ivan naturalmente saem na frente na briga pela titularidade. O Vasco foi buscar Ivan no Zenit, da Rússia - ele chega emprestado pelo Corinthians até o fim do ano, com opção obrigatória de compra caso cumpra algumas metas. Jardim estava desde 2019 no Lille e vai assinar por três temporadas, mas o valor do negócio ainda não foi divulgado.

No atual panorama, Thiago, Halls e Alexander brigariam pela vaga de terceiro goleiro do elenco. O Vasco provavelmente terá que procurar um destino, seja em definitivo ou por empréstimo, para os que não forem aproveitados. Veja a situação de cada um dos goleiros:

Ivan

O goleiro de 25 anos tem contrato de empréstimo até o fim do ano, mas o Corinthians trata como certa sua venda após esse período. Caso as metas estabelecidas no vínculo sejam cumpridas, o Vasco será obrigado a adquirir 90% dos seus direitos econômicos. Ivan surgiu na Ponte Preta, por onde disputou 163 partidas antes de se transferir para o Timão. Chegou a ser convocado para a seleção brasileira sub-23 e foi campeão do Torneio de Toulon em 2019, titular do time então comandado por André Jardine. Pelo Zenit, Ivan disputou apenas quatro jogos. Fez sua estreia (embora ainda não oficial) no Vasco no amistoso contra o Inter Miami e deixou boa impressão, com direito a uma defesaça no segundo tempo.

Thiago Rodrigues

Destaque em boa parte da campanha do Vasco na Série B do ano passado, o goleiro de 34 anos terminou o ano em baixa, apesar da atuação importante na vitória sobre o Ituano na última rodada, que garantiu o acesso. Thiago chegou a sinalizar que não ficaria, mas no fim renovou por mais um ano. Perdeu um pedaço da pré-temporada em função de uma lesão no pé, saiu atrás dos concorrentes e não foi relacionado para a viagem para a Flórida, nos Estados Unidos, e tampouco ficou no banco nos dois jogos do Campeonato Carioca até aqui.

Alexander

Cria da Base Forte, o goleiro de 23 anos tem apenas quatro jogos pelo profissional do Vasco: três deles em 2019 e o último na Série B do ano passado, quando foi titular na vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, em abril. Este ano, diante da indefinição da situação de Thiago e da divisão do elenco para a disputa do Carioca, fez parte da delegação que viajou para a pré-temporada na Flórida e foi titular no amistoso contra o River Plate, em que o Vasco saiu derrotado por 3 a 0. Tem contrato até o fim de 2025.

Halls

Outro cria da base, o goleiro de 23 anos recentemente renovou seu contrato, que agora é válido até abril do ano que vem. Com a equipe principal nos Estados Unidos, foi escolhido para ser o titular nos primeiros jogos do Carioca e teve atuações seguras, embora não tenha sido muito exigido. Halls foi emprestado para Náutico e Boa Esporte no início da carreira profissional e tem ao todo cinco jogos disputados com a camisa do Vasco.

Fonte: ge
  • Quinta-feira, 02/02/2023 às 19h00
    Vasco Vasco
    Resende Resende
    Taça Guanabara São Januário
  • Terça-feira, 07/02/2023 às 21h10
    Vasco Vasco
    Nova Iguaçu Nova Iguaçu
    Taça Guanabara Mané Garrincha
  • Domingo, 12/02/2023 às 18h00
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Taça Guanabara Maracanã
  • Quinta-feira, 16/02/2023 às 20h30
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Taça Guanabara Maracanã
  • (25/02 - Sáb) ou (26/02 - Dom)
    Vasco Vasco
    Boavista Boavista
    Taça Guanabara São Januário
  • Domingo, 05/03/2023 - Horário a definir
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Taça Guanabara Maracanã