Comandante do Gepe diz que vai prender brigões no Maraca

19/03/2006 às 02h40 - FUTEBOL

O major Marcelo Pessoa, comandante do GEPE, grupamento que policia os estádios do Rio, disse que os torcedores de Flamengo e Vasco que marcaram brigas pela internet serão punidos com rigor. Além deles, segundo o major, os presidentes de torcidas organizadas também correm o risco de serem presos.

- Vamos apresentar os dados que buscamos na internet ao Jecrim, instalado no Maracanã. Se identificados, os responsáveis por esta palhaçada serão presos na arquibancada do estádio. O presidente da torcida que começou as ameaças também será preso e levado ao tribunal. Já está na hora de isso acabar - afirmou o policial.

Mesmo que as ameaças sejam brincadeiras, os responsáveis serão punidos.

- Se for brincadeira, vão pagar por brincarem. Se forem menores, jovens, idosos, qualquer um será penalizado - ameaçou o major.

O temor de um conflito entre flamenguistas e vascaínos existe, mas Pessoa garante que a polícia está preparada.

- Fizemos um grande planejamento para a partida. Mapeamos 28 possíveis locais de conflito. Avisamos aos batalhões, que estarão em vigília - avisou.

Apesar de confiar no esquema montado para o clássico, major Marcelo Pessoa não aconselha os pais a deixarem seu filhos irem sozinhos ao jogo.

- Não deixaria meu filho menor ir ao jogo sozinho. Sozinho eu não deixo ir a jogo, praia, lugar nenhum. Função do pai é acompanhar o filho até que ele tenha conduta para sair de certas situações - explicou.

Perguntado como a polícia deve agir em caso de confronto, major Marcelo Pessoa foi sincero.

- Não mando o policial entregar flores, mas bater não pode. O Gepe tem 92% de aprovação pelos torcedores que vão aos estádios. Se o torcedor for tratado com respeito, será mais fácil de controlarmos a situação.

Apesar do risco de conflitos, para Pessoa, é melhor comandar o policiamento em clássicos do que em jogos contra times menores.

- Torço para que os grandes não fiquem fora da decisão. Jogos grandes são mais fáceis de controlar, pois os torcedores problemáticos têm menos espaço para arrumarem problemas. Mas sou botafoguense - ressaltou bem-humorado, dando a entender que a eliminação dos maiores rivais não o deixaria triste.

Fonte: Lancenet!