Futebol

Como Léo Jardim evitou punições e não cumpriu suspensão no Brasileiro

Um dos destaques do Vasco neste Brasileirão, Léo Jardim provavelmente vai completar na próxima quarta-feira, contra o Bragantino, a marca de ter disputado todos os jogos desta edição do campeonato. Mas isso só foi possível porque o goleiro conseguiu segurar a onda nos cartões.

Léo Jardim está pendurado há um turno inteiro. Ele recebeu o segundo cartão amarelo justamente na partida contra o Bragantino no primeiro turno, em agosto - o outro foi no empate com o Fluminense, na quarta rodada.

O goleiro está numa seleta lista de jogadores que atuaram em todos os 37 jogos do Brasileirão até aqui, junto com os colegas de posição Cássio (Corinthians) e Lucas Perri (Botafogo). No Vasco, quem chegou mais perto foi o lateral-esquerdo Lucas Piton, com 36 partidas.

Léo Jardim, embora seja um dos líderes do elenco, dentro de campo tem um perfil mais contido, de poucas reclamações com árbitros, por exemplo. Não à toa, os dois cartões amarelos foram por retardar a saída de bola (veja no vídeo acima).

Nos 18 jogos em que foi a campo pendurado, o goleiro procurou evitar punições dessa natureza sabendo que qualquer atraso numa cobrança de tiro de meta poderia significar um cartão que o tiraria da partida seguinte.

Por sorte, nesse período Léo Jardim não precisou cometer falta para evitar um gol ou algo do tipo.

No Vasco, ele alcançou uma marca pessoal: nunca havia disputado tantas partidas numa mesma temporada na carreira. O goleiro vai fechar o ano com 47. Seu recorde havia sido em 2018/19, pelo Rio Ave, quando atuou em 38.

Com Léo Jardim no gol, o Vasco enfrenta o Bragantino na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em São Januário, no jogo mais importante do ano. Precisa vencer para escapar do rebaixamento. Em caso de empate ou derrota, dependerá do resultado do jogo do Bahia.

Fonte: ge
  • Sábado, 24/02/2024 às 17h30
    Vasco Vasco 2
    Volta Redonda Volta Redonda 1
    Campeonato Carioca Kleber Andrade
  • Terça-feira, 27/02/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Marcílio Dias Marcílio Dias
    Copa do Brasil Dr. Hercílio Luz