Como o Vasco chega para a disputa do Brasileirão 2019? Confira

26/04/2019 às 08h18 - FUTEBOL

O Vasco chega pressionado após a perda do título carioca para o Flamengo e a consequente demissão do técnico Alberto Valentim. O gritante desequilíbrio técnico entre o Cruzmaltino e o Rubro-Negro nas finais, onde perdeu duas vezes por 2 a 0, fez a diretoria ligar o alerta para o Campeonato Brasileiro, já que o ano brigou até a última rodada contra o rebaixamento. O time ainda procura um treinador para seguir a temporada.

Por enquanto, vai com o interino Marcos Valadares, que fez sucesso nas categorias de base levando a equipe ao vice-campeonato da Copa São Paulo. Em sua estreia, ele deixou um bom cartão de visitas, ganhando do Santos por 2 a 1, e por pouco não conseguindo levar o duelo para os pênaltis em São Januário.

O Vasco desperdiçou o período do Estadual, no qual poderia ter se ajustado e crescido, para viver a ilusão das vitórias sobre pequenos times e, mesmo chegando à final do Campeonato Carioca, apresenta inúmeros defeitos. Sem uma mudança radical, poderá sofrer.

Destaque principal

O jovem atacante Marrony chega como o destaque principal da equipe. Efetivado ano passado aos profissionais, ganhou a vaga de titular este ano e tornou-se xodó da torcida do Vasco.

Quem chega em alta

Fernando Miguel, que passou confiança com a saída de Martín Silva, o volante Lucas Mineiro, surpresa que veio como desconhecido da Chapecoense, e o jovem atacante Tiago Reis, que apareceu bem na reta final do Estadual.

Quem chega em baixa

Dois dos mais experientes e rodados do elenco, o atacante Maxi Lopez e o meia Bruno Cesar não corresponderam até aqui e chegam em baixa no Campeonato Brasileiro. O argentino, que voltou a ser titular contra o Santos se movimentou bem no duelo, mas acabou perdendo um gol no final que poderia ter evitado a eliminação do time na Copa do Brasil.

Quem pode reforçar/posições carentes

O Vasco já contratou para o Campeonato Brasileiro o atacante Jairinho e o volante Marcos Júnior, ambos destaques do Bangu, que foi semifinalista do Campeonato Carioca. O clube ainda pode trazer um zagueiro, um meia, um atacante e um treinador após a saída de Valentim.

Time-base

Fernando Miguel, Raul Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro, Rossi (Yago Pikachu), Bruno César e Marrony; Tiago Reis (Maxi Lopez).

Posição no Brasileiro do ano anterior (16º)

Posição no Estadual (Vice-campeão)

Fonte: UOL Esporte