Conca relembra passagem pelo Vasco: "Para mim foi muito especial"

10/05/2020 às 18h36 - FUTEBOL

Rio - Ídolo do Fluminense, o meia argentino Darío Conca relembrou sua passagem pelo Vasco da Gama. Em entrevista ao canal "De Sola", ele revelou ter um carinho especial pelo Cruzmaltino.

"O Vasco para mim foi muito especial. Eu encontrei um grupo, era o que precisava, que me ajude tanto dentro quanto fora. Encontrei o Renato (Gaúcho) mais relaxado, falava muito, resenha. Precisava de um treinador que não me colocasse tanta pressão, ele me ajudou. Depois a torcida, que é bem fanática, jogar em São Januário era bem bonito, uma torcida que bota a pressão, um caldeirão, parece muito com uma torcida da Argentina. Tem a Bombonera, mesmo não sendo tão alto, tem mais a pressão quando você ataca para lado onde a torcida fica atrás do gol, acho que parece muito", disse o ex-meia.

Conca ainda rasgou elogios a Renato Gaúcho, seu treinador no tempo em que vestiu a camisa cruzmaltina.

"Comecei jogando, e depois ele me colocou no banco. Ele falava muito, colocava para barer bola parada, aí ele, quando errava a primeira e a segunda, ele falava: "Eu não posso entrar no campo para bater para você, só vou te ensinar, tá?". Tinha vezes que ele falava para mim: "Vou te mostrar o meu DVD, você não está fazendo gol a 5 jogos". Mesmo te cobrando ele era relaxado. Um dia falou para mim: "Oh, gringo, no contrato diz que você não pode fazer gol?". Eu perguntei o por que, aí ele: "Pô, já está há 3 jogos sem fazer gol". Essa é a parte boa que ele tem. Ele te cobrava com bom humor, ele te passava as coisas na brincadeira, e para mim funcionava bem."

Fonte: O Dia