Confira as notas dos jogadores vascaínos na vitória sobre o Atlético-MG

15/04/2018 às 19h37 - FUTEBOL

Camisa 22 (Pikachu) converte pênalti nos acréscimos e dá vitória ao Vasco diante do Atlético-MG, neste domingo, em São Januário. Wagner e Rildo também são destaques na partida. Confira as notas dadas pelo site Terra:

5,0 - Martin Silva - Foi um chute cheio de veneno, mas quando se trata de Martin Silva, a expectativa é de que a defesa no lance do gol seja feita.

5,0 - Rafael Galhardo - Deu poucos espaços na defesa, mas também não chegou no ataque com a frequência e eficiência que a equipe precisa

5,5 - Paulão - Sofreu com Ricardo Oliveira, de quem chegou a levar drible entre as pernas. No segundo tempo, teve menos quem marcar

6,0 - Werley - Um pouco melhor que o companheiro. Fez partida regular, apesar da pouca proteção do meio-campo

6,0 - Henrique - A torcida pegou no pé dele, mas o lateral-esquerdo não se omitiu. Contra o poder ofensivo do lado direito rival, também esteve no ataque

6,0 - Wellington - Apareceu bem no ataque em uma ou outra ocasião, mas pecou na proteção à zaga, que é a primeira função do volante

6,0 - Desábato - No mesmo nível do parceiro de marcação. Porém, acertou mais passes e ajudou no posicionamento defensivo.

7,5 - Yago Pikachu - É sempre opção de perigo. Sofreu com a marcação, mas cruzou para o primeiro gol e converteu o pênalti com muita qualidade para o segundo

6,5 - Evander - Um carrinho imprudente, uma cobrança de falta com muito perigo e menos movimentação do que o time precisa. Pode render mais

7,0 - Wagner - Iniciou a partida municiando o lado esquerdo e, com o decorrer da partida, apareceu em várias partes do meio-campo. O gol foi um prêmio.

6,0 - Riascos - É voluntarioso e, por vezes, tem lances de muita qualidade. Foi o dia em que a disposição não bastou. Quase não teve chances

7,0 - Rildo - Pedido pela torcida, gerou uma bagunça na defesa atleticana e sofreu o pênalti que deu números finais ao placar.

6,5 - Andrés Rios - Deu mais força à área de ataque no momento em que cruzamentos deram a tônica do ataque cruz-maltino.

6,5 - Thiago Galhardo - Novamente entrou e gerou algum perigo. Mas assustou mesmo quando caiu desacordado após choque de cabeça.

7,0 - Zé Ricardo - O time começou bem, mas levou um golaço e se perdeu. No segundo tempo, pressão, mesmo com pouca qualidade, surtiu efeito.

Fonte: Terra Esportes

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario