Confira as prováveis escalações de Vasco e Criciúma

19/04/2006 às 19h36 - FUTEBOL

Tentando esquecer os problemas fora das quatro linhas, o Vasco entrará em campo nesta quinta-feira para seguir na luta pelo inédito título da Copa do Brasil. O time do técnico Renato Gaúcho enfrentará o Criciúma, às 20h30, em São Januário, pelo jogo de volta das oitavas-de-final da competição.

Quem avançar de fase enfrentará o vencedor do confronto entre Volta Redonda e 15 de Novembro de Campo Bom-RS. Na primeira partida, jogando em casa, a equipe da Cidade do Aço venceu por 1 a 0. A decisão será nesta quarta-feira, às 21h45.

No jogo de ida contra o Criciúma, o Gigante da Colina venceu por 2 a 1, com gols de Ramon e Ernane. Por conta desse resultado, os cariocas jogam por empate ou até mesmo por uma derrota de 1 a 0 para ficar com a vaga nas quartas-de-final.

A classificação poderá amenizar o clima tenso que tomou conta de São Januário depois que Renato Gaúcho desandou a criticar o atacante Edílson. O treinador havia repreendido o Capetinha pela expulsão infantil contra o mesmo Criciúma - o jogador desferiu uma cotovelada sem bola em um adversário e pode, inclusive, ser suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

A situação entre Renato e Edílson se complicou após o empate do Vasco com o Internacional, no último sábado, pelo Brasileirão. O treinador voltou a criticar Edílson porque o jogador tentou um gol por cobertura em um lance que o comandante considera que faltou seriedade ao atacante. Segundo Renato, Edílson deveria ter marcado o gol de forma mais simples e objetiva.

Embora Edílson não tenha colocado lenha na fogueira, o jogador chegou a declarar que considerou impróprias as manifestações do técnico. Problemas à parte, o time não quer tirar o jogo do foco. Recentemente, todos ouviram do presidente Eurico Miranda que a Copa do Brasil é o principal objetivo do clube e, por isso, a concentração é total.

\"A Copa do Brasil é muito importante com todos os jogos sendo decisivos. A vantagem que construímos foi boa, mas temos que ser um time solidário, com forte marcação e saindo nos contra-ataques rápidos\", disse o meia Ramon.

No Criciúma, a derrota no jogo de ida não diminuiu as esperanças da equipe. O Tigre precisa vencer por dois gols de diferença, mas também se classifica com vitória por um gol, desde que o placar seja igual ou superior a 3 a 2. Se vencer por 2 a 1 levará a decisão para a disputa de pênaltis.

\"Precisamos ter paciência para ter sucesso nas finalizações. Vamos para o Rio de Janeiro para ganhar e buscar a classificação\", declarou o técnico Édson Gaúcho.

Além do suspenso Edílson, o técnico do Vasco não poderá contar com o volante Roberto Lopes, que sofreu uma lesão muscular. O substituto do meio-campista deverá ser Andrade, que jogou no último sábado, contra o Internacional.

No ataque, Renato deverá começar com Valdir Papel, que poderá fazer sua estréia pelo novo clube. Nesta semana, o jogador demonstrou ansiedade para entrar em campo e ajudar o Vasco a brigar pelo título da Copa do Brasil.

\"Eu estou pronto e preparado para aproveitar a oportunidade. Se eu jogar, espero ir bem para não sair mais do time. As oportunidades não são muitas e quando elas aparecem não podemos decepcionar\", disse o atacante, que, entretanto, sofre a concorrência de Bruno Meneghel.

O atacante Valdiram, artilheiro da Copa do Brasil, com seis gols, é a principal arma do Vasco para o jogo. A sua equipe pode se classificar mesmo sem fazer gols, mas o atacante quer deixar a sua marca mais uma vez.

\"É bom fazer gol em qualquer jogo. Sou o artilheiro da Copa do Brasil e espero fazer mais gols para terminar como artilheiro\", disse o atleta.

No lado catarinense algumas dúvidas persistem. Precisando da vitória a qualquer custo, Édson Gaúcho admite a possibilidade de escalar o atacante Negreiros desde o início para formar um trio com Ratinho e Dejair.

Entretanto, essa opção pode ser usada apenas no decorrer da partida. Nesse caso, o meia Marcelo Rosa será escalado como quarto homem de meio-campo, armando as jogadas. Ao menos o zagueiro Márcio Alemão já cumpriu suspensão e retorna ao time

Data: 20/04/2006 (quinta-feira)
Horário: 20h30
Local: estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Luís Marcelo Vicentin Cansian (SP)
Assistentes: Everson Luís Soares e Hilton Francisco de Melo (ambos de SP)

Vasco
Cássio; Wágner Diniz, Fábio Braz, Jorge Luís e Diego; Ygor, Andrade, Morais e Ramon; Valdiram e Valdir Papel (Bruno Meneghel)
Técnico: Renato Gaúcho

Criciúma
Fabiano; Luisinho Netto, Márcio Alemão, Luciano e Fernandinho; Filipe, Alex Sandro, Marcelo Rosa (Negreiros) e Athos; Ratinho e Dejair.
Técnico: Édson Gaúcho

Fonte: Pelé.Net