Confira na íntegra a entrevista coletiva de Zé Ricardo

25/02/2018 às 20h12 - FUTEBOL

A equipe reserva para a Portuguesa, o técnico Zé Ricardo falou sobre a decisão de permanecer no Vasco e recusa uma proposta dos Emirados Árabes. O técnico conversou com a imprensa em Edson Passos e explicou que a confiança que tem no projeto do clube e no grupo de jogadores foi fundamental para sua escolha.

Sem estender muito o assunto, Zé disse que é preciso manter o foco nos próximos compromissos do clube na temporada.

- Conversei com minha família e com as pessoas que me cercam e optamos por continuar no projeto e fiquei muito feliz com a decisão. No Brasil, por mais que a gente visualize algo longo, se acontecerem resultados negativos, sabemos que tudo pode mudar. Tomei a decisão porque acredito no nosso grupo, no nosso trabalho, torcida, presidente e diretoria. Agora é focar no que temos pela frente e esperar que a gente consiga recuperar também no Carioca. O que passou, passou é olhar para frente.

O treinador também falou da escolha de poupar seus titulares neste domingo. Zé Ricardo lembrou do desgaste físico e dos jogos decisivos que sua equipe vem enfrentando nos quatro duelos da Libertadores.

- Estou muito ciente da decisão que tomei. A gente tentou dar um ritmo, equipe nova com bastante gente que não estava jogando. Tivemos a opção de manter equipe base nos jogos da pré-Libertadores. Isso causou um desgaste físico e emocional muito grande. Se forem olhar a tabela de todas as equipes do futebol brasileiro, é uma coisa meio absurda. Importante a gente rodar. Isso estava no planejamento. Eu preciso entender meu elenco, quem pode render e ter eles prontos para as partidas que a gente entende que são fundamentais na Libertadores - disse.

Mais trechos da entrevista:

Derrota para a Portuguesa
Lógico que ficamos chateados, mas isso era uma possibilidade que a gente vinha planejando há muito tempo. Infelizmente tiveram dois jogadores que precisaram sair. E pegamos uma equipe que se comportou bem. E numa falha de bola parada, que não podemos errar mais e treinamos muito, acabamos errando. Isso facilitou o trabalho da Portuguesa.

Conversa com diretoria pela permanência
Algumas coisas saem na imprensa sem muito fundamento. Ainda não conversei detalhes sobre o que podemos fazer. Pelo que eu soube, a ideia da diretoria é propor uma extensão do contrato. Mas não é o que importa, o que importa é que quero cumprir meu contrato até o fim de 2018.

O que conversamos foi querer algo mais para o Vasco, mas não colocamos valores nem datas. Sempre vou tentar cumprir meus contratos.

Giovanni Augusto
Dentro da expectativa de uma primeira partida, foi bem. Sente a falta de entrosamento, mas é um jogador que tem qualidade alta e acho que a sequência de jogos vai ser importante. Queríamos observar no jogo de hoje, sabia que seria difícil ele aguentar, ficou até o final, mas já numa sobrecarga, mas já tínhamos perdido as três substituições.

Objetivos 
Agora vamos tentar recuperar no Carioca também, porque é um campeonato importante. Queremos chegar até as finais e isso faz parte do amadurecimento de alguns atletas. A gente tem uma equipe jovem, para muitos que jogaram hoje sei que é difícil depois de um tempo sem jogar. Mas o objetivo foi observar quem está mais preparado para as próxima aprtidas.

Fonte: globoesporte.com

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario