Confira outros trechos da coletiva de Fernando Miguel, de contrato renovado

28/01/2019 às 17h03 - FUTEBOL

Depois de dois jogos à noite, em São Januário, o Vasco voltará a sentir o forte calor que tem sido rotina no Rio de Janeiro. Quarta, às 17h (de Brasília), o time enfrentará a Portuguesa, em Moça Bonita, sabendo que terá a mesma dificuldade da estreia diante do Madureira, em Conselheiro Galvão.

Fernando Miguel disse antes do treino desta segunda-feira, no CT do Almirante, que as condições não são próprias para a prática do futebol e que o time vai ter que encontrar a melhor forma de jogar e vencer.

- É uma condição difícil, o piso não é adequado para se praticar e a temperatura também, mas precisamos entrar em campo. Importante conversar e ter noção de que tipo de dificuldade vamos encontrar para colocar em prática aquilo que vem sendo trabalhado. O Vasco entra em campo e precisamos vencer.

Falando em vitórias, o goleiro exaltou o início de temporada do Vasco, que está com 100% de aproveitamento na Taça Guanabara. Para ele, é muito importante evoluir vencendo.

- Quando se inicia um trabalho do zero nada melhor do que evoluir vencendo. São três vitórias, nos dá uma condição de invicto na temporada. Teve uma rotatividade de atletas e foi importante para potencializar todo mundo.

Confira mais tópicos da coletiva:

Entradas de Maxi e Bruno César

Sinaliza mais crescimento. Alberto tem uma ideia muito clara de montar a equipe e todos estão engajados nesse processo. Nosso trabalho é voltado para o coletivo e temos nos fortalecido a cada rodada. Ainda tem atletas no departamento médico.

Alexander nos profissionais

Está chegando um divisor de águas na carreira dos meninos e a gente comenta que se separa meninos de homens. A qualidade ficou evidente na Copinha, mas já vinha trabalhando com a gente e mostrava potencial. Vai ser muito bem recebido. Nosso dia a dia é para que os meninos se sintam mais tranquilos para evoluírem. É importante ter a noção de estar aqui.

Confiança com as vitórias

O que traz segurança são vitórias e evolução. Vejo nossa equipe com margem de evolução. O momento é bom, mas precisamos evoluir, independente da equipe que for entrar em campo.

Fonte: GloboEsporte.com