Futebol

Confira por onde andam os jogadores que conquistaram a Copa do Brasil

Campeão da Copa do Brasil em 2011, o volante Romulo está de volta ao Vasco após quase nove anos. Negociado com o Spartak Moscou, da Rússia, o jogador deixou o clube em junho de 2012 por 8 milhões de euros (na cotação da época R$ 20,7 milhões). Por ter apenas 50% dos direitos econômicos, o Cruz-maltino recebeu cerca de R$ 10 milhões.

Com o retorno do antigo camisa 37 e atual número 8, o elenco voltou a ter um campeão da Copa do Brasil. Vale lembrar que Fellipe Bastos e Ramon estavam no Vasco até o fim de dezembro. E os outros, por onde andam ou andaram? O Esporte News Mundo foi conferir e constatou que um time inteiro já está aposentado.

OS TITULARES

Fernando Prass – 42 anos – aposentado
O goleiro saiu do Vasco em 2013 e se tornou ídolo do Palmeiras, equipe que defendeu até 2019. No ano passado foi para o Ceará e após o fim da temporada, pendurou as chuteiras

Allan – 30 anos – Everton (ING)
Outro jovem talento daquela conquista, o volante que jogou a final na lateral-direita foi negociado com a Udinese, da Itália, deixando o Vasco um pouco antes de Romulo. Ainda defendeu o Napoli e atualmente está no Everton, da Inglaterra.

Dedé – 32 anos – sem clube
O Mito deixou o Vasco em 2013, após ser negociado com o Cruzeiro. No time mineiro conquistou muitos títulos, mas também ficou marcado pelas lesões no joelho. Atualmente está sem clube e em recuperação física.

Anderson Martins – 33 anos – Bahia
O zagueiro foi o primeiro a sair do Vasco após a conquista da Copa do Brasil, se transferindo para o El Jais, do Qatar, ainda em 2011. No Brasil defendeu o Corinthians em 2014 e retornou para o Cruz-Maltino em 2017. Após ajudar a levar o time para a Lubertadores, acertou com o São Paulo, clube que permaneceu até 2020, quando fechou com o Bahia.

Ramon – 32 anos – aposentado
O lateral-esquerdo também saiu do Vasco após a conquista da Copa do Brasil, se transferindo para o Corinthians, que acabou com o título do Brasileirão em disputa com o próprio Cruz-Maltino. Depois passou por Flamengo, Besiktas e Antalyaspor, ambos da Turquia até retornar ao Vasco. Teve duas lesões graves, uma em cada joelho, que o obrigou a se aposentar do futebol.

Romulo – 30 anos – Vasco
Antes de voltar ao Vasco, o volante defendeu o Spartak Moscou, Flamengo, Grêmio e Shijiazhuang Ever Bright, da China.

Eduardo Costa – 38 anos – aposentado
Deixou o Vasco no fim de 2012 a caminho do Avaí. Permaneceu no clube catarinense até 2015, quando se aposentou.

Felipe – 43 anos – aposentado
Vencedor dos títulos mais importantes do Vasco, o Maestro, acabou encerrando a carreira no Fluminense, em 2013.

Diego Souza – 35 anos – Grêmio
Permaneceu no Vasco até 2012 quando foi negociado com o Al Ittihad, da Arábia Saudita. Depois passou por Cruzeiro, Metalist, da Ucrânia, Sport, Fluminense, São Paulo, Botafogo e Grêmio.

Éder Luís – 36 anos – aposentado
Autor do gol do título, o atacante ficou no Vasco até 2017, tirando a temporada de 2014, quando foi emprestado ao Al Nasr, dos Emirados Árabes. Depois defendeu o Bragantino, Ceará, São Bento, Guarani e Uberlândia, o último clube antes da aposentadoria.

Alecsandro – 40 anos – Noroeste
Artilheiro na conquista da Copa do Brasil, Alecsandro deixou o Vasco em 2013 e rodou bastante pelo futebol brasileiro. O atacante defendeu o Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras, Coritiba, São Bento, CSA, Figueirense e Noroeste, clube que joga atualmente.

Ricardo Gomes – 56 anos – sem clube
Comandante da conquista inédita do Vasco, o treinador sofreu um AVC meses depois do título e teve que ficar afastado das funções. Retornou em 2012, mas como cordenador técnico, função que ocupou no Santos, 2018, e no Bordeaux, da França, seu último trabalho, em 2019. Antes foi técnico do Botafogo, São Paulo e Al Nasr, da Arábia Saudita.

RESERVAS NO COUTO PEREIRA

Alessandro – 33 anos – sem clube
Reserva de Fernando Prass na conquista da Copa do Brasil, o goleiro ficou marcado pelo rebaixamento de 2013, quando foi titular na derrota para o Athletico por 5 a 1, em Joinville. Após sair do Cruz-Maltino, o jogador defendeu o Náutico, Aimoré-RS, Saipa, Pars Jonoubi e Machine Sazi, os três do Irã e Cruzeiro-RS. Está sem clube desde 2019.

Fagner – 31 anos – Corinthians
Por conta de uma lesão, o lateral-direito perdeu alguns jogos e assistiu do banco de reservas a conquista do título no Couto Pereira. Foi para o Wolfsburg, da Alemanha, em 2012, mas retornou ao Cruz-Maltino no ano seguinte. Em 2014 se transferiu para o Corinthians e continua lá até hoje.

Márcio Careca – 42 anos – aposentado
Reserva imediato de Ramon, o lateral-esquerdo deixou o Vasco em 2012 e defendeu o Mirassol, Ceará, Santo André e Marcílio Dias-SC, seu último clube antes de encerrar a carreira em 2014.

Jumar – 34 anos – aposentado
Xodó do torcedor, o volante entrou no segundo tempo da decisão, no lugar de Felipe. Deixou o Vasco no ano seguinte da conquista para jogar no Guangzhou R&F, da China. Retornou ao Brasil em 2015 para defender o Londrina, clube que se aposentou em 2017.

Felippe Bastos – 31 anos – sem clube
Bastante utilizado na campanha do título, o volante possui três passagens pelo Vasco, a última no ano passado. Depois da Copa do Brasil, defendeu a Ponte Preta, Grêmio, Al Ain e Baniyas, ambos dos Emirados Árabes, Corinthians e Sport. Atualmente está sem clube.

Bernardo – 30 anos – Rio Branco-PR
Querido por muitos torcedores, o meia teve três passagens pelo Vasco, a última em 2015. Após o título da Copa do Brasil o jogador rodou bastante, passando por Santos, Palmeiras, Ceará, Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul, Coritiba, Botafogo-SP, Ipatinga, Al Khaleej, da Arábia Saudita, Volta Redonda, Pegasus, de Hong Kong até chegar no Rio Branco-PR.

Élton – 35 anos – Cuiabá
Autor do gol diante do Athletico, que classificou o Vasco para a semifinal da Copa do Brasil, o atacante foi determinante na conquista. Ficou no Vasco até o fim daquele ano e se transferiu para o Corinthians. Depois defendeu Vitória, Náutico, Al Nassr, da Arábia Saudita, Flamengo, JEF United, do Japão, RB Brasil, Ceará, Figueirense, Sport e atualmente Cuiabá.

RELACIONADOS AO MENOS EM UMA PARTIDA

Max – 30 anos – lateral-direito – sem clube

Cesinha – 34 anos – zagueiro – sem clube

Douglas – 31 anos – zagueiro – Dnipro, Ucrânia

Leandro Chaparro – 30 anos – volante – sem clube

Enrico – 36 anos – meia – aposentado

Jéferson – 36 anos – meia – aposentado

Caíque – 34 anos – meia – Taubaté-SP

Leandro – 40 anos – atacante – aposentado

Marcel – 39 anos – atacante – aposentado

Fonte: Esporte News Mundo
Loading...
  • Sábado, 08/05/2021 às 16h00
    Vasco Vasco 2
    Madureira Madureira 1
    Taça Rio São Januário
  • 28/05 (sex) ou 29/05 (sáb)
    Vasco Vasco
    Operário Operário
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • 01/06 (ter), 04/06 (sex) ou 05/06 (sáb)
    Vasco Vasco
    Ponte Preta Ponte Preta
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • 08/06 (ter), 11/06 (sex) ou 12/06 (sáb)
    Vasco Vasco
    Brasil de Pelotas Brasil de Pelotas
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • Terça-feira, 15/06/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Avaí Avaí
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • 18/06 (sex) ou 19/06 (sáb)
    Vasco Vasco
    CRB CRB
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • Terça-feira, 22/06/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir