Conselho Deliberativo do Vasco terá uma noite importante nesta sexta (28)

28/06/2019 às 08h02 - CLUBE

O Conselho Deliberativo do Vasco terá uma noite importante nesta sexta-feira. Na sede da Lagoa, os conselheiros vão se reunir para discutir dois assuntos decisivos para o futuro próximo do clube: o empréstimo de R$ 20 milhões que a diretoria deseja pedir e a redução da taxa de adesão para a categoria de sócio geral do Cruz-Maltino.

A primeira reunião, sobre a taxa de adesão, está marcada para 19h30, com segunda chamada às 20h. A proposta da diretoria, feita ainda no ano passado, é de reduzir o valor, chamado de "joia", para R$ 750, parceláveis em cinco vezes - atualmente, a taxa é de R$ 2 mil. Também será votado o parcelamento da taxa para sócio proprietário em cinco vezes.

A categoria de sócio geral do Vasco é a que permite participação na eleição presidencial. A próxima está marcada para o fim de 2020. Por isso, a possível redução do valor da "joia" é visto como tão importante nos bastidores do clube. Diversas correntes políticas pediam a reunião desde o ano passado.

Depois, às 20h15, com segunda chamada às 20h30, será analisado o empréstimo. Há duas semanas, uma reunião foi feita, mas o assunto não foi votado por falta de quórum: apenas 126 dos 151 conselheiros necessários estiveram presentes.

Depois do episódio, 92 conselheiros assinaram uma carta pedindo a convocação do Conselho Deliberativo para analisar o tema. A articulação partiu do grupo Casaca! e envolveu até mesmo outras correntes de oposição ao presidente Alexandre Campello, que sequer foram ao primeiro encontro que serviria para discutir o mesmo assunto.

Desta vez, a expectativa é de que haja quórum para a reunião. Pelo fato de a lista ter sido assinada por 92 conselheiros que sequer fazem parte da diretoria e também porque o primeiro empréstimo pedido, de R$ 10 milhões, caiu e foi utilizado justamente para aliviar a crise financeira pagando salários, como prometido.

E essa reunião é vista como ainda mais importante para os próximos meses. Sem recursos financeiros, o Vasco alega precisar desses R$ 20 milhões para conseguir arcar com as despesas, principalmente de folha salarial, até o fim da temporada. Atualmente, o Cruz-Maltino tem um mês de CLT atrasado com o elenco.

Fonte: GloboEsporte.com