Copinha: Conheça Hugo Borges, artilheiro que superou 3 fraturas

14/01/2018 às 13h28 - CATEGORIAS DE BASE

A história recente de Hugo Borges começa nas temporadas de 2015 e 2016. Talvez em seu auge, foi artilheiro das categorias de base do Vasco, com 53 gols em cada ano. Tinha tudo para 2017 ser ainda melhor. Mas não foi. A promessa sofreu três fraturas no pé e pouco jogou. Teve de ficar em casa.

- Precisei muito da ajuda de Deus, para me dar sabedoria, força, para passar por esse obstáculo. Minha família, meus amigos, também foram muito importante para que o tempo passasse mais rápido, ficava em casa com tédio. Meus amigos iam lá ficar comigo. O momento mais difícil acho que foi da terceira vez que me machuquei, quando fiz um golaço contra o Atlético e fraturei o pé logo depois. Aquilo foi muito difícil para mim. Graças a Deus consegui recuperar – diz o garoto, em meio à sua terceira Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Durante o período de lesões, Hugo Borges precisou ter paciência. Esse, talvez, tenha sido o maior aprendizado do garoto, como ele mesmo diz. Só não parou de jogar por que soube esperar.

- A lição que tiro é de ter paciência. Fiquei muito tempo parado. Nem sempre as coisas vão do jeito que queremos. Nos juniores não estive presente. Se pudesse estar lá seria bem melhor. Com lesão ficou muito difícil. Várias vezes pensei em desistir, parar de jogar. Minha família e meus amigos me deram força e hoje estou aqui fazendo o que mais amo.

Experiente em Copinhas, Hugo Borges, que se espelha em Romário, está satisfeito com o trabalho do Vasco e espera que neste domingo, às 15h (de Brasília), contra o Água Santa, em Diadema, a equipe deixe o estádio com a classificação. Afinal, vê força para ir até o título.

- Começamos bem, o segundo jogo que foi mais complicado. Tomamos o gol logo nos primeiros minutos. Aí depois foi difícil. O time ficou lá atrás e para encaixar dois gols foi difícil. Nos últimos jogos fomos bem. A campanha está sendo boa, conseguimos a classificação em primeiro. Agora, é ir para o mata-mata confiante para representar bem o Vasco. Venho pegando confiança a cada jogo. Deus me abençoando com gols. A tendência é sempre ir melhorando para ir cada vez mais longe – completou.

Como dissemos, o garoto voltou a brilhar. Hoje, é mais uma vez artilheiro do Vasco: tem três gols na Copinha. Neste domingo, tentará colocar a equipe na próxima fase para não deixar morrer o sonho do título.

Ex-Fluminense no adversário

Do outro lado, jogando em casa, o Vasco terá um adversário que sabe como enfrenta-lo. O goleiro Julio Cesar, natural de Belford Roxo, na Baixada, atuava pelo Fluminense e está no Água Santa há 10 meses. Com o mesmo nome, é fã do ex-goleiro do Flamengo.

Foto: Site Oficial do Vasco Hugo Borges
Hugo Borges

Fonte: Globo Esporte

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario