Corinthians não perde para o Vasco no Rio desde 2001

06/09/2006 às 15h16 - FUTEBOL

A estréia na Copa Sul-Americana não podia ser contra um adversário mais hospitaleiro. O Vasco, rival desta noite, não vence o Timão no Rio há quase cinco anos.

A última derrota do Corinthians nesse duelo aconteceu em 8 de novembro de 2001, 1 a 0, gol do volante Jamir. O jogo era válido pelo Brasileirão e foi em São Januário.

De lá para cá, foram nove confrontos, com cinco vitórias e quatro empates. Na série, o Corinthians marcou 18 gols e sofreu apenas dez gols. E só no estádio do Vasco, local da partida de hoje à noite, o Timão venceu as três últimas partidas.

A última delas, pelo Brasileirão, marcou uma das duas vitórias corintianas sob o comando do técnico Geninho, antecessor de Leão.

Entre os times que disputam a Série A do Brasileirão, nenhum outro é tão freguês quanto o Vasco.

Para o jogo desta quarta, Leão não levará o volante Magrão e o lateral-esquerdo César, apresentados segunda no Salão Nobre do Parque São Jorge e já regularizados na CBF.

A estréia de ambos está sendo preparada para o clássico contra o São Paulo, domingo à tarde, no estádio do Morumbi, pelo Brasileirão.

Nem por isso, Leão estressa. Muito pelo contrário. A fase é outra.

- Tínhamos problemas muito grandes (logo quando ele chegou). Era estresse todos os dias. Felizmente, chegaram os resultados. Mas agora precisamos ter cuidado para não se iludir com os sorrisos. Temos de continuar trabalhando sério, como estamos fazendo até agora - afirma o técnico.

O jogo de volta, no Pacaembu, acontecerá na semana que vem, quarta-feira. O primeiro critério de desempate é o saldo de gols. O segundo é o número de gols marcados fora de casa. Portanto, um empate sem gols não é bom negócio.

- Para nós, em teoria, um empate seria um bom resultado. Mas se depois viermos aqui e tomarmos um gol, será uma pressão muito grande para virar o jogo. Então, eu quero é ganhar lá - diz o zagueiro Marinho, que reconquistou a vaga de titular após a chegada de Leão.

Fonte: Lancepress