Cria da base, Andrey supera fase ruim e se torna referência no Vasco

10/09/2020 às 08h08 - FUTEBOL

Passagens por seleções brasileiras de base e muita expectativa por parte de integrantes da diretoria. Andrey sempre foi visto como uma promessa no Vasco, mas sua ascensão no profissional não foi imediata. Com muitas alternâncias e um período difícil em 2019, após atrito com o técnico Alberto Valentim, o volante ressurgiu este ano, tornou-se uma realidade, assumiu uma voz de liderança e é hoje peça-chave da equipe de Ramon Menezes.

Atualmente com 22 anos, ele estreou no time principal em 2016 e, além desta temporada, teve 2018 como também um ano de destaque. Valorizado, é uma das principais apostas dos dirigentes de que poderá render uma boa quantia financeira aos cofres do clube em breve.

Apesar de ainda jovem, Andrey é hoje um dos líderes do elenco junto com os experientes Leandro Castan, Fellipe Bastos e Fernando Miguel, segundo pessoas do departamento de futebol.

Homem de confiança do técnico Ramon Menezes, Andrey é líder de assistências e de desarmes da equipe no Campeonato Brasileiro, provando ser o principal elo de ligação entre a defesa e o ataque vascaíno.

Sua importância fica ainda mais evidente ao lembrar que na única derrota cruz-maltina na competição o atleta foi ausência por estar cumprindo suspensão automática.

Parceria com Fellipe Bastos

Companheiro de meio de campo de Andrey, Fellipe Bastos enalteceu a parceria, mas preferiu dividir os méritos com os outros integrantes do setor.

"Estamos funcionando juntos, mas somos uma pecinha de engrenagem. Com muito trabalho, vamos conseguir conquistar coisas grandes. É pezinho no chão para continuarmos construindo um meio forte. Não só eu e Andrey, mas Benítez também, Carlinhos e outros jogadores que têm entrado", disse à Vasco TV.

O Vasco enfrenta o Atlético-GO hoje (10), às 21h, em São Januário (RJ), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: UOL Esporte