Cruzeiro pretende facilitar saída de Dedé e aguarda oferta do Vasco

04/01/2020 às 17h54 - MERCADO
Foto: Vinnicius Silva / Agência O GloboDedé

A direção do Cruzeiro sabe do interesse do Vasco em Dedé e não vai dificultar a saída do zagueiro. O clube mineiro aguarda uma oferta que seja boa para as três partes.

Com salário acima do teto estabelecido pela nova diretoria após o rebaixamento, o jogador de 31 anos teria seus vencimentos divididos entre os clubes, já que nenhum pode arcar com R$ 700 mil.

O jogador tem contrato com o Cruzeiro até o fim de 2021. Os mineiros admitem negociar e esperam receber propostas de outros clubes com maior poder financeiro, mas Dedé prefere o Vasco. Um empréstimo por um ano seria o caminho natural.

O dia “D” para a definição sobre a saída de Dedé é a próxima terça-feira, quando o empresário do zagueiro se reúne com a diretoria do clube mineiro para tratar a liberação. O Vasco aguarda este sinal para avançar.

O empresário Ubiratan Cardoso é quem vai tentar compor os valores e obter a aprovação do jogador e dos interessados, uma vez que Dedé tem os direitos econômicos divididos.

A solução que agrada mais a esses investidores é a negociação para o exterior. Segundo o jornal “Hoje em Dia”, o Wuhan Zall, da primeria divisão chinesa, fez uma sondagem ao Cruzeiro.

Vale lembrar que o clube mineiro tem uma dívida alta com Dedé e tenta uma composição ao negociar sua saída, caso ela seja definitiva.

No caso de uma proposta da China, a solução seria incorporar o débito no valor a ser pago pela transferência.

Fonte: O Globo Online