Cruzmaltinos só venceram um Estadual e fracassam nos torneios nacionais

20/03/2006 às 23h13 - FUTEBOL

Principal time do Rio na década de 90, quando faturou quatro Estaduais, dois Brasileiros e uma Taça Libertadores, o Vasco amarga uma seqüência de maus resultados no inicío do século XXI. Com apenas um título, o Estadual de 2003, os cruzmaltinos somam fracassos neste período, principalmente no Brasileirão e na Copa do Brasil.

Após sagrar-se campeão da Copa João Havelange em 2000, quarto título nacional da história do clube, as campanhas cruzmaltinas no Brasileirão foram muito fracas: de 2001 até o ano passado, o time teve como melhor desempenho o 11º lugar em 2001. Desabituado a freqüentar a ponta de cima da tabela fez com que o 12º lugar do ano passado, que garantiu a última vaga brasileira na Copa Sul-Americana, fosse comemorado com imenso entusiasmo.

Na Copa do Brasil, eliminações para clubes sem expressão do futebol brasileiro macularam a história do clube. Em 2004 e 2005, o clube foi despachado para XV de Novembro-RS (terceira fase) e Baraúnas (segunda fase), respectivamente. Em ambos os duelos, derrotas por 3 a 0 dentro de São Januário.

Com esse desempenho nas competições nacionais, é impossível sonhar com o bicampeonato da Libertadores. Na última participação vascaína no torneio, em 2001, o time foi eliminado nas quartas-de-final, pelo Boca Juniors. Em meio ao panorama atual, chega a dar saudades.

Fonte: GloboEsporte.com