De contrato renovado, Pikachu garante viver melhor época da carreira

30/06/2018 às 20h19 - FUTEBOL

A partir de julho começa a valer o novo contrato de Yago Pikachu com o Vasco. O novo vínculo terá duração até dezembro de 2020 e vai render ao jogador uma valorização salarial, aumentando a multa rescisória. Tudo isso para manter o grande destaque do time em 2018 e referência dos torcedores dentro de campo. Pikachu não escondeu que vive o melhor momento na carreira.

"Realmente é o meu melhor momento aqui falando de números. Está sendo maravilhoso, estou trabalhando para que dure por muito tempo", disse.

Após a saída do meia Nenê no início do ano, Yago Pikachu assumiu o posto de jogador decisivo do time, com 13 gols marcados nessa temporada e é bom lembrar que nem sempre o lateral de origem atuou de forma mais avançada. No primeiro grande jogo em 2018, vitória sobre o Universidad de Concepción por 4 a 0, no Chile, pela pré-Libertadores, Pikachu marcou um gol e foi escalado como lateral-direito, posição que ele não descarta em voltar.

"Eu deixei sempre claro que minha posição de origem é a lateral, mas fazendo gols assim, jogando bem, tendo essa liberdade, acho que estou aproveitando bem, porém se tiver de voltar à lateral, não tem problema nenhum", comentou.

Veia Artilheira

Não é de hoje que Yago Pikachu balança as redes dos adversários. Na época em que atuava pelo Paysandu, o jogador sempre superou a marca de 10 gols por ano. Por lá ele sempre atuou como lateral-direito, porém com muita liberdade para atacar:

2012: 40 jogos / 12 gols

2013: 60 jogos / 15 gols

2014: 54 jogos / 15 gols

2015: 59 jogos / 20 gols

Ao chegar no Vasco em 2016, Yago Pikachu sofreu um pouco para se adaptar e raramente era utilizado como lateral-direito. O técnico Jorginho, que voltou a comandar o atleta, também era o treinador na sua chegada e sempre o escalava no meio campo, aberto pelo lado direito. Yago Pikachu relembrou quando foi escalado mais a frente.

"Sempre deixei claro minha posição de origem, mas ele foi o primeiro a me colocar nessa linha de frente, me deu liberdade, e desde lá eu venho jogando mais ali (no meio campo) do que na lateral. Realmente o Jorginho foi um dos melhores na posição, e quando cheguei todos os trabalhos pós-treino, ainda na lateral, ele falava para chegar no fundo, com qualidade. Mas quando cheguei ele já sabia da minha característica e ele trabalha muito em cima de cada jogador. Viu que tenho essa possibilidade de ser esse elemento surpresa, aberto pela direita, mas vem dando certo. Aos poucos fui me adaptando."

A nova posição e a nova equipe, em um grande centro do futebol, fizeram com que as boas atuações e os gols não se repetissem com frequência. No primeiro ano atuou em 46 jogos e marcou 4 gols, situação parecida em 2017, quando jogou 40 partidas e fez 5 gols. Em 2018, totalmente adaptado, já marcou 13 gols em 33 jogos e até o final da temporada terá pelo menos mais 30 partidas. Em seis meses de futebol, Pikachu já superou o número de gols marcados em diversas temporadas anteriores:

Artilheiros do Vasco nas últimas 10 temporadas:

2018- Yago Pikachu- 13 gols

2017- Nenê- 11 gols 

2016- Nenê- 21 gols 

2015- Rafael Silva- 10 gols 

2014- Douglas e Edmilson- 14 gols 

2013- André- 12 gols 

2012- Alecsandro- 26 gols 

2011- Bernardo- 18 gols 

2010- Dodô- 11 gols 

2009- Elton- 27 gols 

2008- Edmundo- 24 gols

Maior artilheiro em atividade no Vasco

Apesar de ter apenas 26 anos, Yago Pikachu é o jogador do elenco vascaíno que mais marcou gols na carreira, superando jogadores que durante toda a carreira atuaram mais perto do gol adversário:

Yago Pikachu: 26 anos / 84 gols / 332 jogos;

Wagner: 33 anos / 74 gols / 523 jogos;

Andrés Rios: 29 anos / 40 gols / 198 jogos;

Giovanni Augusto: 28 anos / 29 gols / 259 jogos.

Quarto maior artilheiro do futebol carioca

Considerando o futebol carioca, a marca de gols marcados de Yago Pikachu chama ainda mais a atenção. O detalhe é que na lista, ele é o único que tem como origem uma posição defensiva:

Diego: 33 anos / 171 gols / 695 jogos;

Kieza: 31 anos / 133 gols / 333 jogos;

Henrique Dourado: 28 anos / 120 gols / 305 jogos;

Yago Pikachu: 26 anos / 84 gols / 332 jogos;

Rodrigo Pimpão: 30 anos / 84 gols / 375 jogos;

Everton Ribeiro: 29 anos / 83 gols / 434 jogos;

Sornoza: 24 anos / 57 gols / 203 jogos;

Marcos Junior: 25 anos / 36 gols / 228 jogos

Fonte: Eu Rio

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario