Dinamite: "O remo é tão importante ou até mais importante do que o próprio f

29/10/2008 às 08h26 - OUTROS ESPORTES

O presidente Roberto Dinamite fala sobre os primeiros títulos conquistados pelo remo do Vasco na sua administração: o Campeonato Estadual, superando o rival Flamengo, e o bicampeonato brasileiro no III Troféu Brasil de Remo Unificado, encerrado no último sábado (25/10), em São Paulo.

O dirigente também agradece ao vice-presidente de remo na gestão de Eurico Miranda, Antônio Lopes Caetano Lourenço, que deixou um vasto legado e tem ajudado José Roberto Saraiva Gomes da Costa, o novo vice-presidente.

\"Quero agradecer a oportunidade e parabenizar o Zé Roberto, toda a equipe e todas as pessoas que contribuíram para que pudéssemos conquistar esse primeiro título. Tenho a humildade de dizer que... Acho que esse título, é claro, dividir com todos os vascaínos, mas principalmente com o representante direto da administração anterior. E hoje com o Zé, que acho que tem sido uma pessoa vibrante, que a cada momento busca dar e ajudar o nosso clube. Acho que essa demonstração, sinceramente, era isso que eu gostaria de ter nessa relação entre representantes diretos do Club de Regatas Vasco da Gama. Mas infelizmente, por razões que todo mundo sabe, isso não é possível. Mas não podemos, desculpe usar o termo, castrar essa coisa, de proibir ou não se buscar uma relação. Acho que aí fica um exemplo para todos nós. Tenho a humildade de parabenizar essas duas pessoas que hoje contribuíram, e os atletas, de um modo geral, por duas conquistas importantes, no que faz parte da vida e história do Vasco da Gama. O remo é tão importante ou até mais importante do que o próprio futebol, mas caminham juntos. É isso que nós gostaríamos. Sinceramente, é isso que eu gostaria de ver dentro do Vasco, independente das conquistas, que acho que fazem parte da vida do Vasco. Mas dessa relação, que acho que é importante, de respeito entre as pessoas. Acho que hoje essas duas pessoas simbolizam isso para todos nós, vascaínos. Acho que é um momento muito especial. Quero dizer, mais uma vez, que essa conquista não é só da nossa administração. Essa conquista também é dos vascaínos, das pessoas que ajudam, contribuíram e continuam contribuindo para que a gente possa ter o sucesso lá na frente. Com certeza deixo essa mensagem de que, através da união e de respeito entre as pessoas, fica muito mais fácil você superar as dificuldades e os obstáculos. Acredito que a equipe de remo mostrou essa disposição e garra com o novo representante, que é o Zé Roberto. O Antônio Lopes é uma pessoa que tem uma história tão bonita, com relação a esse trabalho desenvolvido dentro do Vasco da Gama. Para o Antônio Lopes quero deixar um abraço muito apertado, com o maior respeito, e dizer em meu nome, mas principalmente em nome do Club de Regatas Vasco da Gama, o meu muito obrigado, mais uma vez ao Lopes, por ter contribuído, e muito, e ter essa relação, que acho que é fundamental, para que a gente possa continuar em um caminho de respeito, conquistas e vitórias. Ninguém vai conquistar, buscar essas coisas, como esses dois títulos foram e vão ser importantes para a história do Vasco. Quando você coloca \"O seu primeiro título\". Esse título não é só meu não. O título é de todos. Acho que o Lopes está aí e sabe da importância que tem, e dessa relação que tem que existir. Acho que tem que haver, acima de tudo, respeito, essa troca, até de carinho, entre as pessoas, porque não adianta você ter um barco ali, um remo ou uma sede, se você não tem o teu coração aberto, para que a gente possa realmente fazer daquilo ali, com força, dedicação, respeito e amor, as conquistas que se fazem necessárias. Fica um abraço bem grande em meu nome. Acho que essa conquista do remo vai servir como exemplo e referência para que todos nós, vascaínos, e até da direção, possamos fazer uma reflexão melhor, com relação a tudo, e olhar o Vasco mais alto do que todos nós, para que a gente possa ter momentos ou situações melhores de reflexão, com relação a aquilo que vamos fazer na nossa vida, no nosso dia-a-dia\", disse no programa \"Só dá Vasco\", veiculado na Rádio Bandeirantes.

\"Vou dizer para você o seguinte. Estou aqui em uma reunião de família. Estou aqui com a minha família, o meu sogro, tio, tias. Estamos reunidos aqui, conversando e batendo um papo. É uma reunião de família e estamos conversando sobre isso. Acho que é uma coisa que vem de encontro, que é você fazer sem olhar para quem, fazer e buscar esse equilíbrio que se faz necessário na vida de todos nós. Acho que vocês sabem a minha vida e trajetória. Eu penso desse jeito. Em 90,9% procuro fazer dessa maneira, porque não consigo conquistar nada, não faço nada sozinho. Faço com ajuda das pessoas, da minha família, dos meus amigos, das pessoas que são competentes e podem fazer isso. E junto com vocês também, que têm demonstrado isso ao longo desse período, em que estamos convivendo quase que no dia-a-dia. É isso que tenho a colocar. Parabenizo a vocês e digo, do fundo do meu coração. É uma conquista para nós, vascaínos, uma conquista que estamos entrando agora, inédita. Mas essa conquista não é nossa só. Essa conquista é de todos os vascaínos e dessas pessoas que contribuíram e contribuem para o sucesso do Vasco. O Lopes está de parabéns, o Zé Roberto está de parabéns, os atletas estão de parabéns. E mais ainda, o Vasco da Gama está de parabéns por esse título. Não só o Carioca, mas o Brasileiro também, que vai ficar para a história do clube\".

Lopes: \"Presidente Dinamite, é uma alegria ouvir suas palavras. E dizer que eu penso que os vascaínos todos devem estar irmanados a partir desta conquista. Que isso sirva de exemplo para os nossos atletas do futebol, dessa irmandade que aconteceu no remo, para que eles superem as dificuldades, que são muitas no futebol. Mas se houver um espírito de irmandade entre todos os vascaínos, torcendo com todo o empenho, aplaudindo os jogadores, nós havemos, o Vasco haverá de superar essas dificuldades e não cair para a segundona. Espero e torço com todo o fervor para que isso aconteça. E dar os parabéns à sua administração\".

Dinamite: \"Eu agradeço, Lopes. Você pode ter certeza que vamos estar junto com os jogadores amanhã [hoje], da parte do futebol, e no dia do jogo também. E sua mensagem, que acho que é uma mensagem positiva e muito importante nesse momento. Acho que temos que unir forças, para que a gente possa realmente superar os obstáculos. Isso faz parte da vida de todos nós, seja no esporte ou na nossa vida mesmo. Quando você tem a humildade de abrir o coração para se buscar e ouvir as pessoas, acho que tudo isso pode e vai acontecer. Com certeza essa mensagem será passada para os jogadores. Vamos ter aí o nosso remo como referência e exemplo, para que a gente possa realmente buscar, dentro do campo, aquilo que não só a direção, mas principalmente o torcedor, e aquilo que os jogadores podem fazer e vão estar fazendo nessa quinta-feira, buscando aquilo que é o melhor para todos nós, que é um grande resultado\".

José Roberto: \"Em nome do remo vascaíno e em nome do Antônio Lopes, meu amigo, agradecer o apoio que foi dado por você e pelos demais membros da diretoria, para que a gente conseguisse alcançar essas conquistas. Esteja certo de que hoje eu posso afirmar, sem nenhum medo de errar: o Dinamite também é o artilheiro do remo. Não sei como é isso dentro d\"água. Ainda vou descobrir. Mas o Dinamite é o artilheiro do remo [Dinamite: \"Não queira, não faça isso (risos)\"]. Essa é uma mensagem para todos os vascaínos. A sua competência e o seu apoio, ao longo desses últimos quatro meses que chegamos, foi fundamental para que a gente conseguisse, esteja certo. O obrigado, em nome do remo. A gente vai continuar trabalhando, para no ano que vem buscar o bicampeonato carioca e o tricampeonato brasileiro. Um abraço, Roberto\".

Dinamite: \"Valeu. Acho que o Zé Roberto realmente é uma pessoa que tem essa vibração. A gente sente nas palavras dele a emoção e felicidade de estar fazendo um trabalho muito bonito. Quando você fala da nossa participação, acho que a nossa participação é importante. Mas mais importante são as pessoas que estão ali, são competentes e podem dar essa contribuição. Acho que vocês - a direção e os atletas - é que são os merecedores, com relação a isso, porque na minha visão temos e vamos estar buscando a cada dia dar uma condição melhor para o nosso remo e todas as modalidades - mas estamos falando do nosso remo. Vamos estar pensando em a cada momento ter barcos melhores e, com isso, fazendo e elevando o nome do Club de Regatas Vasco da Gama. Essa felicidade que eu sinto em vocês, acho que ela é muito legal. Quero e vou compartilhar desse momento, porque é um momento também para mim muito especial. Como foi colocado, a primeira, uma grande conquista à frente dessa direção do Club de Regatas Vasco da Gama. Mas muita coisa ainda está por vir e vai estar acontecendo. Queremos isso, mais do que nunca, ter essa relação. Uma relação de conquistas? Sim. Mas uma relação de respeito e amor à instituição, amor às pessoas e respeito com as pessoas. Acho que esse é o caminho para que a gente possa realmente alavancar e botar o nome do Vasco lá em cima, brilhando e sendo o Vasco que todos nós queremos e desejamos: um Vasco vencedor e campeão. Agora, Zé, não me pede aí para... Eu posso até estar dentro de um barco desse aí. Quem sabe um dia fazer uma, estar aí com vocês participando de alguma coisa, mas de uma forma simbólica. Mas acho que a gente tem que deixar é para os caras que são feras. Fera, o que eu quero dizer... No campo acho que fiz a minha parte. Hoje, os remadores e toda a equipe de trabalho é que são os reais vencedores e campeões. Mais uma vez, agradeço a vocês por essa conquista, em nome de todos nós, vascaínos. E principalmente mostrando essa coisa importante, que é a relação entre as pessoas, que é fundamental, foi fundamental e vai continuar sendo fundamental, para que a gente possa conquistar muitos títulos daí para a frente\".

O primeiro vice-presidente Luso Soares da Costa também falou.

\"Sou suspeito, mas não tem importância. O Lopes, além de meu amigo pessoal, tenho até um orgulho maior ainda, pelo fato de que quem trouxe o Lopes para a diretoria do Vasco fui eu. Me lembro de uma fase muita interessante. Eu o convidei porque confio. Eu era vice-presidente de esportes amadores e convidei o Lopes para ser do remo. \"Mas Luso, eu não entendo de remo\". Digo \"Você não precisa entender. Eu sei de sua competência, a seriedade e dedicação a tudo que é Vasco. O resto, o tempo se encarrega. Um ano depois de ele entender muito de remo, foi a grandes competições internacionais. Faz hoje 22 anos que o Lopes veio trabalhar comigo no remo. Já trabalhávamos juntos no sindicato e no comércio. É uma pessoa de absoluta credibilidade e de uma dedicação enorme ao Vasco. E agora você vê que dupla fantástica. O Lopes, tantos anos de dedicação, e continua dando apoio ao Zé Roberto, que é uma figura também maravilhosa. É uma continuidade, outra vibração. Não posso dizer que ele é uma criança, mas é um jovem, para mim. Ele tem um fervor, um vascainismo e uma dedicação também maravilhosa\".

Luso aproveitou para anunciar o novo responsável pelo Vasco Barra. Jorge Luiz das Neves Morais é vice-presidente do SINCOMAC (Sindicato do Comércio Atacadista de Materiais de Construção do Município do Rio de Janeiro), cujo presidente é Antônio Lopes e Luso o vice-presidente financeiro.

Luso também é o primeiro vice-presidente da FECOMÉRCIO-RJ (Federação do Comércio do Rio de Janeiro), e Jorge Luiz o primeiro diretor para assuntos de globalização.

Sílvio Aquiles Hildebrando Godoi era o vice-presidente da sede na gestão de Eurico.

\"Me sinto muito feliz e até estendo também a outra pessoa que acabei de trazer para o Vasco, que é o diretor do Vasco Barra, Jorge Luiz das Neves Morais, também um profissional altamente competente, fora do Vasco também de grande tradição no comércio, um homem absolutamente correto, sério, vascaíno como poucos. Fará, está fazendo e vai fazer um trabalho brilhante no Vasco. Estamos assim cercados de pessoas muito dedicadas\".

\"Estou muito feliz com isso tudo. Sei como o Lavadeira [Alexandre Rosa, da comissão técnica], Thiago [Gomes, remador], Renatinho [Renato Cataldo, remador júnior], a dedicação de todos foi fantástica. Ainda lembro que o primeiro Troféu Brasil que conseguimos para o Vasco foi naqueles 22 anos atrás. Com certeza o Lopes vai se lembrar disso. Foi o primeiro Troféu Brasil que para o Vasco nós ganhamos. Tudo são recordações maravilhosas. É o que temos que levar para a vida e como exemplo\".

O segundo vice-presidente José Hamilton Mandarino.

\"É como um prazer enorme me dirigir ao público vascaíno. E, naturalmente, nesse momento, em que se comemora essa vitória no último fim de semana, em São Paulo. Eu gostaria de parabenizar inicialmente o Zé Roberto, O Zé Roberto é um companheiro já de longa data a essa altura, sempre trabalhador, entusiasta e dedicado ao bem do Vasco. Graças a Deus, o Zé Roberto teve uma trajetória, já de imediato, de vitórias, conquistando tanto o campeonato no Rio de Janeiro, como também o Troféu Brasil. Isso é uma razão de alegria enorme para todos nós. Naturalmente, devemos ressaltar que o Zé Roberto tem sido um porta-voz sempre muito presente, nos destacando o valor da equipe de treinadores, remadores, todos os auxiliares, todos aqueles que lutam e trabalham diariamente pelo remo do Vasco, É uma atividade, sem dúvida alguma, incorporada às melhores tradições do Vasco e do esporte brasileiro. Sem dúvida alguma, é motivo de alegria para todos nós. Eu queria parabenizar todos vocês por esse enorme sucesso\".

\"Esse é um vibrador e um lutador. Um lutador permanente e um vibrador extraordinário. O Zé Roberto tem um astral excelente. É um camarada sempre entusiasmado com tudo e com todos. É um camarada para cima. E já demonstrou isso de pronto. Fica aí o meu abraço a todos\".

Fonte: Vasco Expresso