Diretor da FERJ diz que, se pudesse, adiaria clássico entre Botafogo e Vasco

30/01/2020 às 23h33 - FUTEBOL

Por causa da queda de energia em São Januário, o jogo entre Vasco e Cabofriense foi remarcado para as 11h da manhã desta sexta-feira. A previsão do tempo é de forte calor na hora da partida.

O jogo deveria ter começado às 21h30. Mas cerca de uma hora antes, um dos transformadores da subestação local estourou causando um apagão em parte do estádio.

Uma equipe da Light foi ao local para resolver o problema. A subestação foi reativada, mas houve o rompimento de um cabo de luz fora de São Januário, que impedia a chegada de energia ao estádio. O entorno da sede do Vasco continuava às escuras, apesar da luz interna vinda do gerador.

Como o gerador do estádio não tem capacidade para manter a energia em todos os setores, a partida só poderia acontecer com o completo reestabelecimento da luz nas imediações de São Januário.

Os dirigentes e a Ferj esperaram pelo retorno da luz até as 22h30 e, inicialmente, decidiram pela realização da partida. Porém, houve outra queda de energia minutos depois. Por fim, o diretor de competições da Ferj, Marcelo Vianna, anunciou o adiamento da partida.

Porém, o Vasco joga contra o Botafogo, no domingo, e não cumprirá o tempo de descanso necessário entre as partidas de 66 horas. Segundo Vianna, casos específicos são previstos no regulamento.

- Se pudéssemos jogar o confronto entre Botafogo x Vasco para segunda-feira, faríamos. Mas não há como - disse Vianna, que estudará a mudança entre Cabofriense e Macaé também marcado para domingo.

A diretoria do Vasco informou que haverá ressarcimento do valor dos ingressos para quem não puder ir ao jogo nesta sexta-feira.

Fonte: O Globo Online